Em postagem sobre o COVID-19, ex-CEO da Disney pede “esperança e determinação”

Créditos da imagem: Jesse Grant/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP

Filmes

Notícia

Em postagem sobre o COVID-19, ex-CEO da Disney pede “esperança e determinação”

Bob Iger anunciou aposentadoria em fevereiro de 2020

Nicolaos Garófalo
15.03.2020
00h01
Atualizada em
24.03.2020
11h46
Atualizada em 24.03.2020 às 11h46

Em meio aos diversos cancelamentos promovidos pelos grandes estúdios por causa da pandemia do COVID-19, Bob Iger, ex-presidente e atual conselheiro da Disney, foi às redes sociais pedir que seus seguidores mantenham “esperança e determinação”. O produtor ainda afirmou que “é vital” se manter conectado com os entes queridos durante o período conturbado do coronavírus – confira a postagem de Iger abaixo:

Esses são tempos difíceis e que causam ansiedade. É vital nos mantermos conectados a nossos amigos e entes queridos. Devemos uns aos outros nos manter seguros, seguir às normas, cuidar um do outro. Mantenham a esperança e a determinação. Nós passamos por muitas coisas ao longo dos anos, mas sempre nos recuperamos

ALém das produções de diversos filmes e séries da Disney, a empresa anunciou também o fechamento temporário de seu resort na Califórnia, seguindo as diretrizes das autoridades de saúde locais.

Bob Iger assumiu o cargo de presidente da Disney em 2005, após Michael Eisner deixar a presidência do estúdio. Antes, o produtor foi presidente da emissora ABC, hoje parte do império Disney e vice-presidente da Casa do Mickey entre 2000 e 2005. Com o tempo que lhe resta de contrato, Iger deve supervisionar o Disney+, plataforma de streaming do estúdio – saiba mais.

Efeito Coronavírus na cultura pop

COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como Pedro Coelho 2 e 007 - Sem Tempo Para Morrer tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia.