Vice | Como Christian Bale se transformou para interpretar Dick Cheney

Créditos da imagem: Vice/Annapurna Pictures/Reprodução // A Grande Aposta/Paramount Pictures/Reprodução

Filmes

Artigo

Vice | Como Christian Bale se transformou para interpretar Dick Cheney

Ator concorre ao Oscar pela quarta vez

Mariana Canhisares
09.02.2019
17h20

Christian Bale e Dick Cheney não se parecem em nada. Não compartilham o mesmo biotipo, não têm a mesma altura e há entre eles uma diferença de idade de mais de 30 anos. Porém, desde que se propôs a fazer Vice, o diretor Adam McKay não tinha outro nome para interpretar o antigo vice-presidente americano. Tinha que ser o ator britânico. A princípio, Bale ficou chocado com a proposta, mas eventualmente confiou na visão do cineasta, com quem já havia trabalhado em A Grande Aposta.

Embora já tivesse uma vasta experiência em se transformar para seus papéis, o ator decidiu engordar dessa vez de um modo mais responsável. "No passado, se queria emagrecer, [por exemplo,] apenas fumava e tomava uísque. E funcionava, mas agora estou com mais de 40 anos [...], então pensei que provavelmente não faria bem ao meu coração", disse ao CBS This Morning. Por isso, em vez de comer e beber como bem entendesse, pela primeira vez contou com a ajuda de um médico e fez sua transformação da maneira mais saudável possível.

Bale nunca acreditou no uso do fat suit, uma espécie de traje com enchimento. "Sempre ri quando me perguntavam se não poderia usar um desses”, contou à Associated Press. Então, com uma dieta baseada em ovos e arroz (via E! News), ele foi de 84 kg para 102 kg e chegou ao visual de Cheney.

Durante o processo, o ator soube que Gary Oldman interpretaria Winston Churchill e todos diziam que seu visual estava incrível. Logo, decidiu ligar para o colega para entender como ele fez para chegar no peso do seu personagem. “Perguntei 'quanto você engordou?' e ele respondeu 'não, não engordei'. Insisti, mas ele continuou 'não, Chris, já disse. Não engordei'. Naquela época, eu já tinha ganhado uns 11 kg! Aparentemente, você não precisa mais, mas é bom para te colocar no clima".

Mas nem só no peso Bale poderia sustentar sua atuação. O ator não chegou a se encontrar com Dick Cheney (“me aconselharam a não fazê-lo por razões legais”, disse), mas certamente fez sua pesquisa. Estudou a postura do político e salvou tantas fotos dele no seu celular, que o aparelho criou vídeos compilando todas elas. Por garantia, tentou pensar e falar como o antigo vice-presidente americano para o caso de precisar improvisar no set. Em resumo, se entregou para criar seu personagem. "Não sou rápido, não sou um bom imitador. Demoro muito tempo para aprender, então apenas pratiquei até que ficar natural", explicou à AP.

Com a ajuda do trio Greg Cannom, Kate Biscoe e Patricia Dehaney, responsáveis pela maquiagem e pelo cabelo do elenco de Vice, o visual dele como Cheney ficou completo. Bale raspou a cabeça e descoloriu as sobrancelhas para criar a tela perfeita para os maquiadores e, assim, todos os dias ficou de quatro a oito horas para a aplicação das próteses e fazer a maquiagem completa antes das filmagens.

Todo o esforço valeu a pena. Christian Bale foi indicado pela quarta vez ao Oscar e Vice pode lhe render sua segunda estatueta da carreira.

A entrega do Oscar 2019 acontece no dia 24 de fevereiro, com cobertura completa do Omelete no site e nas redes sociais.