Cena de Barbie; veja os esnobados e as surpresas dos indicados ao Oscar 2024

Créditos da imagem: Divulgação

Oscar

Lista

Barbie e mais: Confira os esnobados e as surpresas do Oscar 2024

Greta Gerwig, diretora do filme, ficou fora da categoria

Omelete
4 min de leitura
23.01.2024, às 11H22
ATUALIZADA EM 23.01.2024, ÀS 12H19
ATUALIZADA EM 23.01.2024, ÀS 12H19

A Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood revelou os indicados ao Oscar 2024 nesta terça-feira (24) e, como não poderia deixar de ser, provocou reações fortes com surpresas e, principalmente, com os esnobados – em particular, Barbie, que ficou de fora de categorias decisivas da premiação.

Confira abaixo os maiores esnobados e as maiores surpresas dos indicados ao Oscar 2024:

 

Esnobado: Barbie, em Fotografia, Melhor Atriz e Direção

Divulgação

Barbie foi indicado em 8 categorias - e até nos surpreendeu com a menção de America Ferrera entre as atrizes coadjuvantes -, mas algumas categorias surpreenderam até os mais céticos. Margot Robbie havia figurado na lista de Melhores Atrizes no SAG (premiação do Sindicato dos Atores e forte termômetro do Oscar) e entregou uma performance espetacular como uma simples boneca. Mais do que isso, o trabalho de Greta Gerwig para construir todo um universo, com efeitos práticos e muito pouco CGI, aliada à fotografia marcante de Rodrigo Prieto fizeram do filme da Mattel um dos visuais mais lindos vistos no cinema recente - e a esnobada de ambos no Oscar é motivo para revolta justa.

SURPRESA: America Ferrera por Barbie

Reprodução

Coração de Barbie com sua personagem Gloria, a atriz foi elogiadíssima pela atuação no filme, e seu nome circulava as especulações da temporada de premiações. No entanto, ela não foi indicada ao SAG Awards nem ao BAFTA, fazendo críticos e fãs desacreditarem de uma possível vaga no Oscar. Some-se a isso o fato de a Academia ter esnobado Barbie em outras categorias (como falamos acima), e a indicação de America como Melhor Atriz Coadjuvante se torna ainda mais surpreendente – mas nem um pouco menos merecida.

ESNOBADO: Charles Melton por Segredos de um Escândalo

Divulgação

Um dos nomes mais elogiados dessa temporada de premiação foi o de Charles Melton, que teve a pesada tarefa de contracenar com ninguém menos que Natalie Portman e Julianne Moore. Por sua performance em Segredos de um Escândalo, o ator de Riverdale criou um buzz que levou seu nome até o Critics Choice Awards, que o indicou por Melhor Ator Coadjuvante. Mas não foi dessa vez e o ator não conseguiu levar o hype até a Academia. 

SURPRESA: Sterling K. Brown por American Fiction

Divulgação

A performance de Jeffrey Wright roubou os holofotes nesta temporada de premiações para o aguardado filme American Fiction (ainda sem previsão de estreia no Brasil). Até por isso, foi uma surpresa ver o seu colega de elenco Sterling K. Brown, recebendo uma menção também. Apesar de já ter comprovado seu talento em diversas indicações por seus trabalhos na TV, Brown ficou de fora da lista de Melhor Ator Coadjuvante no BAFTA - mas recebeu sua indicação agora no Oscar.

ESNOBADO: Willem Dafoe por Pobres Criaturas

Divulgação

A performance de Emma Stone em Pobres Criaturas realmente é impressionante e, não por acaso, vê-la entre as candidatas à Melhor Atriz não é nada surpreendente. No entanto, a ausência de nenhum dos seus colegas de elenco chama a atenção, sobretudo considerando o reconhecimento no SAG Awards com a indicação de Willem Dafoe. Interpretando uma espécie de Dr. Frankenstein, o ator veterano mais uma vez faz um belo trabalho, transmitindo ora doçura, ora rigidez, debaixo de uma maquiagem pesada — algo que, em outras ocasiões, seria aplaudido pela Academia.

SURPRESA: Nimona

Divulgação

A indicação de Nimona a Melhor Animação é mais do que justa, mas não deixa de surpreender que ela, uma produção que foi rejeitada pela Disney, tenha garantido o lugar entre os candidatos em vez de Wish, a autocelebração do estúdio centenário. Mas Nimona, com seu estilo à la 2D dos clássicos, traduz toda a complexidade da fluidez de gênero com uma graça particular, equilibrando as referências da obra original — inclusive, do traço de ND Stevenson — com suas inovações particulares. É um filme bonito, carismático e divertido, que felizmente foi reconhecido pela Academia.

ESNOBADO: Suzume

Divulgação

Indicado ao Annie Awards, o chamado Oscar da animação, a obra de Makoto Shinkai era uma escolha certeira que a Academia optou por não fazer. É uma pena, já que Suzume combina filme-catástrofe a amor juvenil e transforma sua bela história em uma alegoria para lidar com traumas. É, portanto, um filme que combina técnicas bem executadas a uma narrativa profunda — algo que nem todos os candidatos desta categoria necessariamente entregam.

 

ESNOBADO: Leonardo DiCaprio, por Assassinos da Lua das Flores

Divulgação

Figurinha já carimbada das premiações, Leonardo DiCaprio entregou mais uma vez uma atuação espetacular em Assassinos da Lua das Flores, e chegou inclusive a ser indicado ao Critics Choice Awards. No entanto, ele ficou de fora das grandes premiações desde então -- e o Oscar não foi exceção. 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.