Round 6: Teorias e perguntas que rondam a já confirmada segunda temporada

Créditos da imagem: Divulgação/Netflix

Séries e TV

Lista

Round 6: Teorias e perguntas que rondam a já confirmada segunda temporada

Após um estrondoso sucesso, Round 6 vai ter uma nova rodada e aqui falamos com vocês sobre algumas das possibilidades de futuro.

Henrique Haddefinir
15.11.2021
10h08

A Netflix conseguiu: O criador de Round 6, Hwang Dong-hyuk, não escapou da pressão e aceitou a criação de uma segunda temporada. Nas entrevistas, ele foi categórico ao admitir que a continuação da história vai acontecer não porque ele quer, mas porque ele “não tinha escolha”. Aqueles que assistiram a série sabem que há pontas soltas que poderiam ser amarradas, mas que, pensando bem friamente, não alteram o resultado final. Porém, os números falaram mais alto e aqui estamos com um futuro determinado para a produção.

Hwang também não disfarçou que esse futuro é um borrão. O showrunner admitiu ter somente uma ideia “básica” do que aconteceria e que, inclusive, não afastava a ideia de utilizar teorias de fãs para a roteirização dos novos episódios. Os fãs já estão, aliás, falando sobre teorias há muito tempo. Mas, algumas delas têm a função de responder perguntas que ficaram à deriva quando a série terminou. Pensando nisso, vamos tentar rastrear que perguntas são essas e que teorias poderiam ajudar a respondê-las. Vamos lá...

Pergunta: Por que Gi-Hun desiste de entrar no avião?

Reprodução/Netflix

Teoria 1: Sabemos que Gi-Hun desiste de entrar no avião depois que liga para o número do cartão e jura para o interlocutor que vai se vingar. Ele poderia fazer isso de diversas formas, mas o fato de seus cabelos estarem pintados de vermelho pode dar uma pista de que ele pode tentar entrar no próximo jogo como Soldado. Precisamos lembrar que o recruta sempre pede aos candidatos que escolham entre um cartão azul e outro vermelho. A teoria é de que escolhendo o vermelho o candidato vira soldado. Como eles usam máscaras, essa seria uma chance de entrar para sabotar a próxima rodada sem ser visto.

Teoria 2: Outra teoria é de que Gi-Hun poderia tentar se infiltrar no jogo como um dos VIPS, o que incluiria uma manobra mais complexa dos roteiros, mas que faria sentido, já que como soldado ele poderia ser investigado e como VIP, só precisaria assumir uma identidade anônima. Afinal, eles também usam máscaras. Em ambos os planos, a sensação é que o objetivo é levar os jogos ao público e isso nos leva pensar em transmissão nacional, talvez mundial, de tudo que está acontecendo.

Teoria 3: Há uma outra possibilidade, muito pequena, mas excitante, de que Gi-Hun entre como participante infiltrado no jogo e para isso uma outra teoria teria que entrar em cena.

Pergunta: Existem mesmo Rounds 6 ao redor do mundo?

Divulgação/Netflix

Teoria: É possível que, assim como foi sugerido na primeira temporada, haja outros campeonatos acontecendo ao redor do mundo. Se considerarmos que a morte do 001 poderia trocar, por exemplo, postos de comando, seria fácil burlar o sistema e não aparecer como jogador recorrente em um outro país. Ele entraria como jogador regular, mas conhecendo mais do que fazer e como escapar, subvertendo e sabotando as regras, inclusive. Ele ainda poderia contar com ajuda. O que nos leva à próxima pergunta:

 

Pergunta: Hwang Jun-Ho realmente morreu?

Divulgação/Netflix

Teoria: Hwang Jun-Ho era o policial infiltrado que acabou descobrindo que o Front Man era seu irmão. Em sua última cena ele leva um tiro no ombro e cai de um penhasco. Como fãs de séries, sabemos que sem corpo não existe crime e isso abre uma ótima vantagem para trazer o personagem de volta e, quem sabe, uni-lo à Gi-Hun nessa nova cruzada. Se o jogo acontecer mesmo em outro país, eles podem se infiltrar mais facilmente. Agora, independente de como Gi-Hun volte, é praticamente certo que em algum momento ele transformará os VIPS em candidatos para fazê-los provar do próprio veneno.

 

Pergunta: Como nasceu o Front Man?

Divulgação/Netflix

Teoria: Uma boa saída para o criador da série é apostar nos prequels e uma volta ao passado interessante seria ao ano de 2015, quando o irmão do policial Jun-Ho venceu e se tornou o Front Man. O que nos traz de volta à maneira como Gi-Hun pode voltar. Será que existe alguma regra para vencedores que queriam retornar ao sistema? Será que esse cargo é oferecido a vencedores? Os vencedores, de alguma forma, permanecem sendo rastreados?

 

Pergunta: 001 é mesmo pai de Gi-Hun?

Divulgação/Netflix

Teoria: Aqui, mais uma volta no tempo seria providencial. Se a segunda temporada voltasse ao primeiro ano dos jogos, poderíamos ver como II-Nam passou de um bilionário entediado até o idealizador dos jogos. E nesse processo, responder a pergunta sobre essa cafona possível relação de sangue entre ele e Gi-Hun. Todas essas opções que se passam num tempo anterior à primeira temporada parecem mais seguras para manter a integridade do programa. Mas, onde fica o amor pelos personagens que já conhecemos? Isso nos leva até a mais ousada das teorias.

 

Pergunta: Como manter parte do enredo original sem perder o elemento surpresa?

Divulgação/Netflix

Teoria: E se Gi-Hun voltasse como participante, com aliados, com planos escusos, mas dentro de uma edição All Stars? Vencedores de outras edições retornariam para brigar pelo triplo do valor que venceram, porque ou torraram o dinheiro ou porque após o torneio a vida passou a ser uma experiência entorpecida. O Round 6 All Stars colocaria Gi-Hun no jogo, com outros “experts”, precisando ainda se manter vivo e ao mesmo tempo, numa cruzada para sabotar o jogo. Interessante, não é?

E pra você, qual o caminho mais provável para o futuro da série? O que você gostaria de ver acontecer?

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.