Séries e TV

Lista

La Casa de Papel | O que você precisa lembrar antes da quinta parte

Parte final da série da Netflix estreia esta semana

Pedro Henrique Ribeiro
04.09.2021
16h41
Atualizada em
04.09.2021
16h51
Atualizada em 04.09.2021 às 16h51

A série La Casa de Papel voltou, e é bom estar por dentro de tudo antes de maratonar a quinta e última temporada. A fase final começou na Netflix na próxima sexta-feira (3).

Dividida em duas partes, a estreia da quinta e última temporada de La Casa de Papel acontece em dois momentos: os primeiros cinco episódios chegaram esta semana, enquanto os cinco episódios finais, em 3 de dezembro. Todas as temporadas anteriores estão no catálogo da Netflix.

Separamos sete momentos que você precisa lembrar antes da temporada final:

Gandía

Gandía em La Casa de Papel (Divulgação)

Após escapar sob incentivo de Palermo, o chefe da segurança do governador do Banco Central da Espanha, César Gandía, tocou o terror durante o roubo. Com acesso à sala de pânico do prédio, ele teve acesso às câmeras internas e a um rádio para se comunicar com a polícia. De lá, ele conseguiu abalar completamente o bando.

Morte da Nairobi

Nairobi em La Casa de Papel (Divulgação)

Com a fuga de Gandía do grupo de reféns, todo o bando ficou vulnerável. O agente aproveitou a fragilidade do grupo para sequestrar Tóquio. Ele também conseguiu fazer Nairobi de refém e a usou para negociar com o grupo do Professor. No momento de devolvê-la ao bando, Gandía atirou na cabeça de Nairobi.

Manila se revela como membro do bando

A prima de Denver, Manila, precisou acabar com o seu disfarce para conter Arturo Roman. O ex-gerente da Casa da Moeda da Espanha, invadiu o Banco Central para pagar de herói após ter se tornado coach. Durante o seu tempo entre os reféns, ele cometeu um estupro e colocou a vida de todos em perigo várias vezes. Na última, ele conseguiu tomar a arma de um dos ladrões e Manila controlou a situação dando um tiro na perna dele. Com isso, ela acabou com a missão de se infiltrar entre os reféns.

Provas da tortura contra o Rio

Rio em La Casa de Papel (Divulgação)

O professor mobilizou uma verdadeira operação de guerra para juntar as provas de que Rio foi torturado pela polícia espanhola para entregar o restante da quadrilha. Ele revelou as provas enquanto o coronel Pietro tentava desmentir a história. A jogada colocou toda a polícia contra a parede e fez Pietro ser preso.

Sierra delata todo mundo

Sierra em La Casa de Papel (Divulgação)

Após o fracasso de Pietro diante das provas levantadas pelo Professor, o coronel Luis Tamayo pressionou a inspetora Alicia Sierra a assumir toda a responsabilidade pelas torturas contra o Rio e pedir demissão. Revoltada com a situação, ela confirmou as denúncias e denunciou a participação dos órgãos de inteligência do governo espanhol.

Resgate da Lisboa

Lisboa em La Casa de Papel (Divulgação)

O resgate da Lisboa só foi possível graças a uma série de jogadas anteriores. A principal ação do Professor foi divulgar os áudios da conversa entre ela e os agentes da polícia, no momento em que ela foi presa na floresta.

A operação envolveu agentes de assuntos internos da polícia e um túnel no estacionamento do tribunal. O objetivo final foi o mais complicado: colocá-la dentro do prédio do Banco Central. Essa parte do plano envolveu Gandía, que já estava sob custódia do bando após matar Nairobi. O plano deu certo e Lisboa conseguiu entrar no banco bem debaixo do nariz da polícia, com direito a helicóptero e tudo.

Sierra x Professor

Sierra e Professor em La Casa de Papel (Divulgação)

No final da quarta temporada, Sierra fugiu por ter entregue todo o alto escalão da polícia espanhola. Ela começou a pensar em como perdeu uma quase confissão de Lisboa e chegou em Antoñanzas. Ela ligou os pontos e conseguiu rastrear o professor pelas câmeras do circuito interno. Chegando no esconderijo do cabeça do bando, ela o encontrou vulnerável e o rendeu.

Hey, você sabia que Omelete agora tem um canal no Telegram? Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.