Netflix

Notícia

Documentário brasileiro Democracia em Vertigem é semifinalista do Oscar

Filme de Petra Costa foi apresentado em Nova York por Spike Lee, de Infiltrado na Klan

Nicolaos Garófalo
16.12.2019
23h19
Atualizada em
17.12.2019
10h48
Atualizada em 17.12.2019 às 10h48

Destaque no Festival de Cinema de Sundance, o documentário brasileiro Democracia em Vertigem foi um dos quinze selecionados pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas para integrar a lista de semifinalistas da categoria de Melhor Documentário para a 92ª Premiação do Oscar, que acontecerá em 2020 – assista o trailer acima.

O filme de Petra Costa distribuído pela Netflix cobre o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, em 2016, e a ascensão dos discursos de extrema-direita que levaram à eleição do presidente Jair Bolsonaro, em 2018.

O filme teve exibição no Museu de Arte Moderna (MoMA), em Nova York, com introdução de Spike Lee, cineasta responsável por filmes como Infiltrado na Klan e Faça a Coisa Certa, que elogiou a visão de Costa ao retratar o crescimento da polarização política ao redor do mundo – veja abaixo:

Pré-indicadicado a Melhor Filme Internacional, o drama brasileiro A Vida Invisível não chegou à lista de semifinalistas da categoria. O filme, dirigido por Karim Aïnouz, foi selecionado pela Academia Brasileira de Cinema para representar o país no Oscar, mas foi preterido por longas de países como França, Rússia, Polônia e Coréia do Sul. A Vida Invisível concorre ainda ao Independent Spirit Awards, um dos principais prêmios dedicados ao cinema independênte - saiba mais.

Lançado em 19 de junho, Democracia em Vertigem está disponível na Netflix.