Música

Artigo

Jacidio, who? | deadmau5 anuncia pausa para cuidar de sua saúde mental

Swedish House Mafia confirma show no México, um podcast incrível de Elis Iwasa, novidades de Kaskade e muito mais

Jacídio Junior
18.10.2018
14h55
Atualizada em
18.10.2018
15h24
Atualizada em 18.10.2018 às 15h24

deadmau5 anuncia pausa por tempo indeterminado

Matt Boulton/Divulgação

Saúde mental não é brincadeira, e muitos profissionais da música eletrônica tem percebido isso. Recentemente, deadmau5, depois de uma sequência de tuítes ofensivos, considerados homofóbicos e transfóbicos (já deletados), e do DJ/produtor Slushii compartilhar um vídeo no qual mau5 chama sua música de "merda autista" (o produtor comentou posteriormente que está dentro do espectro autista e que sofreu bullying a vida toda em decorrência disso), o rato anunciou que irá dar um tempo para se tratar.

Em tuíte postado no último dia 11, Joel Zimmerman escreveu:

“Este tem sido um período bem difícil e eu peço desculpas sinceras pelos meus comentários que eram completamente ofensivos e eu assumo total responsabilidade por eles. Agora é hora de lidar com meus problemas pessoais, inclusive, finalmente, abordar meus desafios de saúde mental, com os quais lutei contra pelos últimos anos”.

mau5 segue afirmando que sua ideia ao abrir uma label (mau5trap) era “animar a comunidade” e ele falhou nesse ponto. Por fim, Zimmerman escreve que conversou com pessoas de sua família e amigos e chegou a conclusão de que precisa de ajuda profissional para se tornar um ser melhor e encerra a nota se desculpando “[...] com todos que eu possa ter ofendido” e avisa que irá “ficar fora do radar o tempo que for necessário” para se cuidar.

Leia nota na íntegra: 

Há poucas semanas, mas em situação completamente diferente, Hardwell também anunciou que irá dar um tempo na carreira para cuidar de si.

Primeiro país da turnê mundial de Swedish House Mafia é revelado por Steve Angello

E enquanto uns vão dar uma pausa, outros estão preparando o retorno. Steve Angello foi uma das atrações do Ultra México no último final de semana e, quase finalizando a apresentação, aproveitou para contar uma das informações mais disputadas no segmento eletrônico: Onde o Swedish House Mafia irá tocar em 2019.

O DJ sueco comentou em alto e bom som: “México, vejo vocês no ano que vem com o Swedish House Mafia” - Veja trecho.

Até o momento o trio sueco ainda não anunciou nenhuma outra parada para o retorno às turnês globais. No entanto, alguns indícios apontam para Suécia e Estados Unidos e até mesmo para o Brasil.

Disco da semana: Jeff Mills e Spiral Deluxe - Voodoo Magic

Uma das coisas mais incríveis da música eletrônica é que ela, assim como toda forma musical ou de arte (se você preferir), pode ser moldada para qualquer situação. E claro, alguns produtores estão bem mais à frente do que outros, como o caso de Jeff Mills que vem experimentando todas essas possibilidades há um bom tempo e recentemente reuniu o quarteto de fusion jazz Spiral Deluxe para entregar o disco Voodoo Magic.

Essa é a segunda empreitada de Mills com o grupo que conta ainda com Gerald Mitchell nos teclados, Yumiko Ohno no sintetizador Moog Synth e Kenji 'Jino' Hino no baixo e nos vocais. Mills é responsável pela percussão e drum machine.

Voodoo Magic não é algo necessariamente dançante, mas desafia os ouvidos a encontrar os pontos de contato entre os elementos de cada um dos músicos que constroem seus sons. É um daqueles momentos o qual uma parcela dos amantes da música busca encontrar. Ah, e isso não quer dizer que a sonoridade seja difícil… O disco flui rápido com suas seis faixas e menos de 40 minutos de duração. Vale lembrar que todas as faixas - com exceção do Mix realizado por Terrence Parker - foram gravadas em um único take. Uma obra para ser degustada da melhor forma, com calma e várias vezes.

Não se apresse e deixe o trabalho com tempos e sonoridades te alcançar, o resultado é surpreendente, sempre. Pra ouvir é só dar o play abaixo.

Set da semana: Eli Iwasa - STRAF_WERK ADE - Podcast 040

Mantendo a tradição de alguns nomes que eu gosto muito e quase nunca desapontam, Eli Iwasa liberou recentemente um podcast como parte dos preparativos para sua apresentação na festa straf_werk x Kölsch presents Ipso, que rola no ADE - em Amsterdam - nesta sexta (19). Pra quem não vai poder estar na capital holandesa para aproveitar o momento, vale dar o play e dançar com uma seleção coesa que gera um set pegado e cheio de grandes momentos. É apertar o play e suar sem medo.

Lançamentos e descobertas da semana

Tiger Stripes - EP Insanity

Vejam bem, às vezes surgem uns lançamentos tão acachapantes que palavras não são capazes de definir. Tiger Stripes, depois de quase dez anos sem lançar pela Drumcode, liberou o EP Insanity e mostra um trabalho que - sem meias palavras -  é capaz de misturar Techno com levadas de Funk e House e levar o som para um lugar completamente novo. As quatro faixas do projeto estão em alto nível de produção, mas dê o play em “Baby” e só deixe acontecer. O EP está aqui.

Kaskade - “Tight”

O norte-americano Kaskade é um daqueles produtores que surfa quase qualquer onda. E agora, “Tight” - que conta com os vocais de Madge - consegue deixar isso ainda mais nítido. Claramente influenciada pelas nuances de Tech House, a música vem pronta para funcionar em qualquer pista. Pra sentir o drama é só clicar aqui.

Burial & Four Tet - “Moth”

Uma das coisas mais legais desse fluxo imenso de informação que corre por aí acontece quando a gente se depara com faixas que já foram lançadas, mas que ainda causam arrepios. E esse é o caso de “Moth”. Lançada oficialmente em 2009, a música é um deleite para os ouvidos e marca o trabalho realizado lado a lado por Burial e Four Tet. Daquelas obras que precisam ser ouvidas. Dê o play aqui.

Vamos dançar onde?

Dias bacanas se aproximam para quem está em busca de todos os tipos de diversão. Tem festa na rua, tem festa de 12 horas, tem orquestra de beatmakers… Tem pra todo mundo e é só se preparar e curtir.

Na sexta (19) a Sonido Trópico faz uma visita especial ao Tokyo, no centro de São Paulo. Estão no line-up Carimboogie Live!, Yaguareté Live! e Marina Luz, com o melhor da música eletrônica misturada a elementos orgânicos. Vai com fé que é coisa fina. A festa começa às 23h e tudo que você precisa saber está bem aqui.

O sábado (20), como sempre, tá cheio de possibilidades. Então a gente abre com a INNER multi.art #18 - Nature Power que deve rolar por mais de 12 horas. São três pistas com nomes como Minoru, Dre Guazzelli + Salazar Sax, dOP - Live, Junior C b2b Diogo Accioly, Mv Bill, Marky e Tamenpi. O rolê acontece na Fabriketa, a partir das 17h e deve ir até às 7h do domingo. Tudo que você precisa saber está bem aqui.

Ainda no sábado (20) rola um daqueles eventos imperdíveis, a primeira orquestra de beatmakers do mundo, a Beat Brasilis Orquestra (composta por 12 beatmakers) se reúne com DJs, instrumentistas + as convidadas de honra, Anelis Assumpção e Tulipa Ruiz para uma apresentação gratuita na Praça das Artes. O rolê começa às 17h e será focado em releituras de clássicos da música brasileira. Simplesmente imperdível!! Todas as informações estão aqui.

Também no dia 20 rola mais uma edição da MAMBA NEGRA, festa que é sempre certa pra quem quer dançar até cansar. O line-up, como sempre, tá recheado com nomes como Adalu, Cashu,  Diaz, Entropia-Entalpia, Jup do Bairro + Podeserdesligado + Ventura, Profana, Mari Herzer, Tali on pills, Tati Lisbon e Roniere Rhr. Tudo acontece na região da Praça da Sé à partir das 23h. As informações estão aqui.

E no domingo (21), caso ainda role aquela energia, tem a Poros na rua + after. Na rua o rolê é grátis e deve começar às 14h. O local deve ser desvendado no sábado. Então fique atento à página do evento.

Os próximos dias serão bacanas para todos os gostos. Vamos dançar até suar e aproveitar a rua, as locações incríveis e a música. Nos vemos na pista, certo? Fui.