Música

Artigo

Jacidio, who? | Hardwell anuncia saída dos palcos por tempo indeterminado

Novidades de Adriatique, Above & Beyond, SoundCloud com lista de descobertas e uma resenha de Hyperfall, o 1º disco de Yotto

Jacídio Junior
13.09.2018
12h13

Buenas, como vocês estão, tudo certo? Hoje a gente tem uma lista bacana de festas que rolam em SP nos próximos dias, lançamentos de Adriatique, o 1° disco do Yotto (é uma coisa linda), Hardwell dando um tempo na carreira, SoundCloud apostando nas descobertas da semana entre várias outras coisas, chega mais que tá cheio.

Foto por Andres Järv Photography

Pra abrir o rolê, vamos direto pro Hardwell que anunciou recentemente, por meio de um comunicado em sua conta no Facebook  que vai dar uma pausa na carreira por tempo indeterminado. O DJ afirmou que a partir de outubro irá liberar totalmente sua agenda.

Em parte do comunicado Hardwell escreve, "Eu sempre lidei com toda a pressão que vem em conjunto com a agenda pesada de shows, mas neste momento isso parece demais, como uma montanha russa sem fim. Eu sempre tentei dar 200% de mim e para continuar sendo capaz de fazer isso, e alimentando minha criatividade, eu preciso de um tempo de descanso para ser eu mesmo, a pessoa por trás do artista, e refletir sobre tudo que aconteceu nesses últimos anos".

Ele encerra a nota afirmando que irá continuar produzindo música durante esse período e segue, "Eu quero retornar mais forte do que nunca, mas por agora, eu só serei eu mesmo por um tempo".  A declaração de Hardwell vai ao encontro do que tem sido discutido há alguns anos, e de forma mais intensa após a morte de Avicii: A necessidade de cuidar da saúde mental e física dos profissionais da música eletrônica.

Diversos artistas do segmento se manifestaram sobre a declaração do holandês, mas uma das declarações mais impactantes veio de Kaskade que escreveu em sua conta no Twitter: "Se você quer ter algum tipo de logenvidade - seja na carreira, família, hobbies ou em outras coisas -, você PRECISA se desconectar por alguns períodos. Nenhum de nós pode ser a mesma coisa o tempo todo e manter isso. Equilíbrio é a chave".

A última apresentação de Hardwell acontece como parte do Amsterdam Dance Event, em outubro.

Saindo dos shows e caminhando para o streaming, o SoundCloud lançou essa semana a SoundCloud Weekly, playlist semanal com as descobertas que melhor se encaixam dentro do universo de músicas que o usuário ouve, compartilha e dá like na plataforma. A ideia é bem parecida com a disponibilizada pelo Spotify, mas o SoundCloud, de acordo com seu CEO - Kerry Traynpr - tem uma vantagem: "[a plataforma tem] o maior e mais diverso catálogo de música já criado”.

Se é verdade eu não sei, mas como pesquisador e amante de música eletrônica, essa é uma das plataformas mais interessantes para usuários em todo o planeta. A ideia é que toda segunda-feira o usuário irá receber na aba Descobrir uma playlist que leva em consideração todas as informações relevantes do ouvinte. Agora é partir pra essa aventura e buscar ter contato com um dos maiores spots de criadores independentes da Internet. :)

Disco da semana: Yotto - Hyperfall

Yotto liberou na semana passada seu primeiro disco, Hyperfall, e ele é justamente o que pode se esperar do DJ finlandês, uma mistura de texturas, evoluções sonoras entregues com calma e responsabilidade.  Yotto conversou com a gente recentemente e comentou que a ideia de conceber esse disco era conseguir mostrar uma outra perspectiva de seu som. E eu acredito que conseguiu.

São 13 faixas que traçam um caminho sem sobressaltos. Neste caso específico isso não é ruim. É possível vibrar com cada uma das músicas e até mesmo vislumbrar como cada uma delas deve funcionar em um set de Yotto. Detalhe que muitas vezes se perde quando um produtor resolve criar um disco.

Yotto é milimétrico no trabalho com cada um dos elementos sonoros, na inserção e até mesmo na forma como escolhe manter a faixa dentro de uma atmosfera. Tudo leva para um excelente resultado final que empolga e que coloca no holofote toda a capacidade do produtor de fazer o público dançar dentro da sua sonoridade sem que haja a necessidade de usar fórmulas ou sons sem justificativa.

Os destaques ficam por conta de “The One You Left Behind” que evolui com cara de faixa divisora de águas e suas nuances emprestadas do Trance, “Turn It Around” e “Radiate”. No final das contas, toda a experiência auditiva não desaponta e Yotto mostra que tem bastante lenha pra queimar caso a rotina de estrada e compromissos não levem sua personalidade musical embora. Dá o play e deixa essa história pegar.

Set da semana: Best of Mat Zo on Anjunabeats

Mat Zo foi uma lufada de ar fresco e revigorante no longínquo 2008 quando passou a integrar o cast da Anjunabeats. O jovem produtor, que depois trilhou por outros caminhos, retornou à sua casa - focado em sua sonoridade Trance - e para homenageá-lo o selo criou um mix de duas horas só com suas melhores músicas. Não é necessariamente um set, mas é uma daquelas pérolas que você precisa ouvir, apreciar e guardar com amor no coração, justamente por elencar grandes momentos de um artista especial. Vai com tranquilidade e acompanhe essa evolução sonora. Ah, antes do play, escute essa faixa maravilhosa “The Sky”, não tem como não ficar impressionado. Bem-vindo a sessão.

Lançamentos e descobertas da semana:

Adriatique - “Nude”

O duo suíço, Adriatique irá lançar Nude, seu primeiro álbum, no final de outubro. E pra dar um gostinho de como o projeto deve soar, Adrian e Adrian liberaram a faixa título do projeto. Música com pegada etérea, sonoridade um pouco distante do que eles costumam colocar nas pistas, mas algo esperado quando falamos de um projeto que gosta de sair do óbvio. O projeto será lançado pela gravadora do Tale of Us, Afterlife. Pra ouvir é só clicar.

George FitzGerald -  “Burns” (Lane 8 Club e Morning mix)

Existem alguns produtores que sempre estão por aqui e Lane 8 já é carta marcada. Há poucos dias ele liberou o remix de “Burns” (falei sobre ela aqui na semana passada) e o norte-americano simplesmente foi capaz de dar ainda mais possibilidades pra uma música que já funciona muito bem. Ah, e como de costume, Lane 8 não criou só uma possibilidade, mas duas - Club Mix e Morning Mix - cada uma com uma história e uma atmosfera sonora diferente. São faixas que mostram não só a qualidade do trabalho do produtor, mas também como é possível inserir elementos em algo que já é bom, sem que seja necessário descaracterizar o original, e garantir que ele possa ressoar ainda mais impactante para um grupo ainda maior de pessoas. Sério, de verdade, dá o play e deixa acontecer.

Above & Beyond - “Rocket Science”

Above & Beyond é conhecido por se manter ligado ao Trance e ainda assim expandir seus horizontes sonoros, tocando nos mais diversos festivais ao redor do mundo. E agora, o trio entrega uma faixa que coloca em destaque algumas das características mais marcantes de sua carreira com “Rocket Science”. Faixa com sonoridade dos melhores momentos do trio ideal pra fazer o suor escorrer na pista. Pra ouvir é só dar o play.

D - Nox & Beckers & Santiago Franch - “Radiation”

D-Nox & Beckers e Santiago Franch liberaram recentemente a pedrada progressiva “Radiation”. E como é bacana perceber alguns dos elementos mais interessantes como parte de um música que evolui e te leva junto. Mas, em conjunto com  a inédita, os caras também liberaram os remixes de Adrian Hour e Bynaryh, que leva a faixa para um patamar um pouco mais dark e que te pega sem deixar espaço para escapar. Três faixas finas para gerar experiências sonoras desafiadoras. Dá o play e pega esse rolê

Kaytranada - “Kiss of Life” Edit

Já falamos de Kaytranada por aqui. E esse produtor canadense é um dos nomes mais interessantes dentro do universo criativo da mistura entre batidas e elementos voltados para as pistas da e-music e alguns elementos essenciais do rap/hip-hop. Nessa edit do clássico “Kiss of Life” de Sade, Kaytranada mostra alguns de seus pontos mais interessantes e entrega uma versão sexy e dançante. Vai preparado que a pegada é pesada.

Vamos dançar onde?

Os próximos dias serão produtivos para todos os públicos aqui em São Paulo. Tem festa boa rolando de quinta a domingo, com nomes bacanas e possibilidades infinitas. Pega a seleção, coloca a mão no coração e vai.

Abrimos na quinta (13) com a Moving na D-EDGE trazendo Marc Romboy. O DJ e produtor é conhecido por sua parceria com Stephan Bodzin e deve entregar aquele set ideal pra dançar na caixa escura. Os ingressos ainda estão disponíveis (R$30 - R$60) e as informações necessárias, você pega aqui.

Na sexta (14) o bicho pega. Tem mais uma edição da L_VE #6, festa focada em apresentações eletrônicas ao vivo. Nessa edição os responsáveis pela dança são Adalu, Martinelli, Entropia e Ramenzoni. O rolê acontece na Barra Funda, no Zug Club, a partir das 22h30 e todas as informações que você precisa saber estão aqui.

Ainda na sexta rola um daqueles encontros pra deixar todo mundo alucinado na pista, Benja e Cohen no Porão do JazzNosFundos #3. Renato Cohen e Benjamin Ferreira vão soltar seus sons por seis horas de back to back, naquele esquema de dance e seja feliz. O rolê acontece no Jazz nos Fundos, na Cardeal Arcoverde. Os detalhes estão bem aqui.

Pra fechar esse dia cheio de coisas bacanas, ainda tem a Dûsk showcase com Ananda, P. Lopez e Amanda Mussi. Um time de responsa mandando uma seleção sonora de qualidade no centrão de SP. Os ingressos estão disponíveis (R$20 - R$30) e os detalhes você encontra aqui.

Já, no sábado (15) a coisa fica bem séria com a Gop Tun entregando um line-up pra não brincar em serviço. Helena Hauff, Rick Wilhite, RHR, Frontinn, Nascii, Caio T, Gui ScottTYV arrebentando a pista a partir das 17h até às 5h do domingo. O pacote é completo, Helena é uma das coisas mais bacanas de se ver e ouvir tocar e as informações que você precisa estão aqui.

Por hoje é isso. O final de semana promete. Aproveitem esses nomes incríveis - seja lá qual for a pista que você escolher - e nos vemos no dancefloor, certo?