Música

Artigo

Jacidio, who? | Swedish House Mafia no Brasil e SP tomada por música

Trio sueco deve vir para o Lollapalooza, Giorgio Moroder, aos 80 anos, anuncia sua primeira turnê com banda mais os lançamentos da semana

Jacídio Junior
11.10.2018
17h29

Swedish House Mafia deve fazer parte do Lollapalooza Brasil 2019

Parlophone Music Sweden

Sim, amigos! Muito se especulou sobre a possibilidade do trio sueco - Axwell, Steve Angello e Sebastian Ingrosso - retornar ao Brasil para sua segunda passagem pelo país. Agora, alguns meses após o anúncio do retorno do trio e informações de que devem excursionar mundialmente, tudo indica que eles vêm para terras tupiniquins em 2019. O jornalista argentino Cristian Acosta - acostumado a acertar uns bons furos e shows na América Latina - afirmou que o SHM estaria escalado para se apresentar nas edições do Brasil, Chile e Argentina do Lollapalooza.

Oficialmente o trio ainda não foi confirmado, mas a possibilidade do show passou a ser aventada por outros sites brasileiros. E as informações vão ao encontro do aceno de Axwell, por meio de um posto no Instagram  no qual escreveu: “Nós estamos pensando em ir para o Brasil”. Vamos torcer, afinal de contas já se passaram sete anos desde a única apresentação dos DJs por aqui.

Conhecido como um dos pais da eletrônica, Giorgio Moroder vai realizar sua primeira tour live em 80 anos

Giorgio Moroder é considerado por muitos como um dos criadores da música eletrônica. Na ativa desde dos anos 60, com uma pausa durante a década de 90, o quase octogenário anunciou esta semana que irá realizar uma série de shows com música ao vivo pela Europa e Reino Unido.

De acordo com matéria do The Guardian, os shows devem contar com Moroder (no piano, sintetizadores e vocoder) mais cantores e uma banda de apoio.

Moroder também comentou o porquê de fazer uma turnê com música ao vivo só agora: “Antigamente era impensável para um produtor sair do estúdio. Esse território era reservado para os cantores. Atualmente, DJs e produtores se tornaram as estrelas da dance music, então, esse parece o melhor momento. Eu estou muito feliz por, enfim, fazer isso”. Até agora foram confirmadas 15 datas, começando no dia 1º de abril - em Birmingham - e com a última apresentação no dia 22 de maio - em Paris -. Moroder passou pelo Brasil em 2017 e é conhecido por seu trabalho marcante com Donna Summer e colaborações com David Bowie, Blondie, Daft Punk, Britney Spears e Sia.

SP na RUA: A música eletrônica toma conta do centro de São Paulo

O SP na Rua pode ser definido como a Virada Cultural da música eletrônica. Mas quando falo música eletrônica, tudo está englobado e isso é sempre bom. Este ano o evento que terá 10 horas de duração (20h do dia 13 até às 8h do dia 14) conta com alguns dos principais núcleos de música da cidade e garante, a quem estiver disposto, a possibilidade de ir do Techno ao Funk ou do House ao Trance em poucos metros. Serão mais de 40 núcleos espalhados pelo centro histórico da cidade, oferecendo o que de melhor eles podem dar, música para quem gosta de ouvir.

O mapa com a localização de cada núcleo já está pronto, você pode conferir aqui e como a oferta é grande, eu escolhi alguns dos encontros que você precisa ver. Saca só:

Metanol FM + CALDO, Vampire Haus + Bandida Coletivo, Mamba Negra + Marsha, coletividade.NÁMÍBIÀ + BATEKOO SP, Boteco Pratododia + Cremosa Vinil, VENGA, VENGA + Free Beats. E claro, essas são só algumas das possibilidades pra gente dançar até o sol raiar. Como de costume, tudo que você precisa saber (coletivos, dicas, como encontrar) está aqui.

Set da semana: BOB MOSES at San Diego's Museum of Man for CRSSD Fest

O duo Bob Moses lançou recentemente um disco que elevou bastante suas possibilidades sonoras.  Battle Lines é uma grata surpresa como parte da ideia de misturar sonoridade climática, vocais e guitarra. No entanto, tudo isso ganhou ainda mais potência nesse especial gravado pela Mixmag sob o nome de Time+Place, focando na ideia do espaço (lembrando o que a Cercle já faz), mas entregando o produto pós-produzido, sem os perrengues de transmitir uma gravação ao vivo. E isso, no caso do Moses, compõe a união ideal entre um lugar escolhido para ser diferente e uma sonoridade que dá forma ao conceito do projeto. É mais um daqueles sets pra colocar em tela cheia, Full HD, e deixar rolar. Pra ver é só apertar o play abaixo.

Lançamentos e descobertas da semana:

ANNA – EP Speicher 105

Já não é mais surpresa que a brasileira ANNA tem entregado algumas das faixas mais interessantes e empolgantes das últimas temporadas. Dialogando com o Techno e suas possibilidades, às vezes mais soturnas e duras, às vezes mais “swingadas”, a produtora depois de lançar por labels como Clash Lion, Nova Mute, Hotflush e Drumcode, entrega o EP Speicher 105, pela Kompakt, e conduz a gente por uma bela jornada com as faixas “Remembrance” (Main Mix), “Remembrance” (Alt Mix) e “When I Am Only a Dream”. Dê o play aqui e seja feliz.

Galk ft. Kamatos - “Take You” (VOV Remix)

Hoje tem mais brasileiro na seção. O remix de “Take You” produzido por VOV é uma daquelas pérolas que surgem de repente. Pronta pro rádio, com assinatura e que usa seus elementos e evolução a favor de te conduzir de um ponto para o outro. Daquelas faixas pra dançar sem compromisso com o amanhã. Pra entender o que eu tô falando é só clicar aqui.

Morttagua feat. Ghost Wars - “Hourglass” (Original Mix)

Mais um brasileiro entre os bons da semana. Morttagua liberou “Hourglass”, sua nova produção, em conjunto com Ghost Wars e mostrou um pouco mais de sua categoria no Progressive House. A faixa dá título ao EP lançado por sua gravadora, Timeless Moment, recentemente. O som de Morttagua é sempre uma viagem que surpreende à medida que avança e não tem melhor forma de entender isso do que dando o play aqui.

Vamos dançar onde?

Esse final de semana vai ser prolongado e isso significa mais dias pra gente suar na pista. Pega essa programação que tá prometendo ser uma das mais intensas do ano.

De entrada, a quinta (11) começa com a Avonts e Techno Station NOS TRILHOS. O destaque da noite fica por conta da presença de Juan Atkins, conhecido como um dos precursores da cena Techno de Detroit. Mas não é só isso, não. Ainda tocam Carvalho, Renato Cohen, L_cio e Cashu. A festa começa às 23h, os ingressos vão de R$25 a R$70 e tudo que você precisa saber está aqui.

Já na sexta-feira (12), feriado maroto, a agenda pega fogo. No Caos, em Campinas, a noite conta com Dixon, DJ que por diversas vezes esteve no topo da lista realizada pela Resident Advisor, mais um line-up que deve rolar até o dia amanhecer com Dani Souto Davis, Eli Iwasa, Linda Green e Vermelho. Os ingressos ainda estão à venda (R$50 - R$120) e a festa começa às 17h com previsão de término às 10h do dia 13. Escolha seu melhor tênis e vai com fé. Todos os detalhes estão aqui.

Ainda na sexta (12), agora em São Paulo, a Dekmantel Brazilian Tour chega com força. No line, um time de fazer o piso deslocar com John Talabot, Matrixxman, Dekmantel Soundsystem, Bufiman, Gop Tun DJs, Selvagem, Cashu e Barbara Boeing. O rolê começa às 17h e vai até às 6h do dia 13. Os ingressos estão disponíveis (R$66 - R$88) e tudo que você precisa saber está bem aqui.

E o final de semana ainda não acabou. No sábado (13) além da SP na Rua, também tem a festa de aniversário de 3 anos da Laroc com Kaskade. Possivelmente um dos DJs que melhor transitam entre o mainstream e algo um pouco menos comercial. O line conta ainda com Bruno Martini, Santti, Cajun e os residentes Viktor Mora, Renato Naya e Silvio Soul. O giro começa às 16h e deve ir até às 3h da manhã. Tudo que você precisa saber tá bem aqui.

Depois só não podem dizer que eu não avisei, certo? Final de semana cheio de coisas incríveis - perto, longe, grátis ou com ingresso -. Escolhe o que vai fazer seu coração bater mais rápido e segue. A gente se vê nas ruas. Fui.