Gugu Mbatha-Raw em Loki

Créditos da imagem: Loki/Marvel Studios/Reprodução

HQ/Livros

Artigo

Mais que só uma juíza da AVT: quem é Ravonna Renslayer nos quadrinhos

Diretamente conectada à história do vilão Kang, o Conquistador, a personagem nos quadrinhos é uma princesa do futuro em busca de vingança

Mariana Canhisares
01.07.2021
14h21
Atualizada em
14.07.2021
09h16
Atualizada em 14.07.2021 às 09h16

[Atenção: spoilers de “O Evento Nexus”, de Loki, a seguir]

Quem ainda enxergava Ravonna Renslayer (Gugu Mbatha-Raw) como só mais uma funcionária da AVT tomou um belo susto no último episódio de Loki. Afinal, entre as muitas descobertas de “O Evento Nexus”, está o fato de que a juíza já tinha suas suspeitas de que a organização que representa não é tão benevolente assim. Mesmo assim, ela decidiu apagar todo mundo que espalhou que os funcionários da AVT são variantes retiradas de suas linhas temporais, como o próprio Agente Mobius (Owen Wilson), quando soube que os Guardiões do Tempo não são quem os espectadores pensavam. Em outras palavras, há muito mais na personagem de Gugu Mbatha-Raw do que uma figura de autoridade contrária aos esquemas de Loki (Tom Hiddleston).

Por enquanto, as pistas sobre seus objetivos são escassas. Ainda é cedo para saber se ela trabalha para alguém ou se está a serviço de interesses próprios. Sabe-se apenas que o seriado do Disney+ serviria como uma história de origem para a figura que Renslayer eventualmente se torna nas HQs. Logo, a melhor opção agora é ir em busca de respostas nas publicações da Marvel Comics. Mas quem é a Renslayer nas HQs?

Marvel Comics/Reprodução

Criada por Stan Lee e Don Heck nos anos 1960, ela é uma personagem vinda do futuro, mais especificamente do século XL. É importante notar, porém, que ela não é da Terra-616, onde se concentram a maioria dos títulos da editora, mas sim da Terra-6311. Ou seja, ela é, por essência, de uma linha temporal alternativa à principal.

Contudo, o fato mais interessante da sua trajetória nos quadrinhos é como ela está entrelaçada ao vilão Kang, o Conquistador. Filha do rei de Eximietatius, Renslayer era muito fiel ao seu povo e, por isso, se opôs fortemente às investidas de Kang e seu exército para dominar o reino. Tão logo ele assumiu o comando do lugar, ela passou a nutrir um ódio profundo ao vilão. Ele, por sua vez, imediatamente se apaixonou e a propôs em casamento.

Como era de se esperar, a resposta dela foi negativa -- e olha que ele tentou convencê-la de várias formas. Em uma ocasião, por exemplo, ele a levou para vê-lo lutando contra os Vingadores na Terra-616, e nem assim conseguiu um “sim” da princesa. Eventualmente, porém, o vilão prova a sua decência e ela corresponde seu amor. Na batalha que uniu Renslayer, Kang e os Vingadores contra Baltag, em Vingadores #24, a personagem até se sacrifica para salvar o conquistador. Quem diria, não é?

Marvel Comics/Reprodução

Portanto, Renslayer e Kang não viveram exatamente um felizes para sempre. Na realidade, ao longo de anos de viagens no tempo para salvar um ao outro, a relação deles oscilou muito entre o amor e ódio. Em uma das histórias, ela chega a matá-lo uma vez, mas o ressuscita apenas para poder matá-lo novamente. A própria transformação dela na Terminatrix acontece nessa ânsia da personagem de se vingar de uma traição do amado -- ou, melhor, de uma das versões dele. É nessa fase, inclusive, que ela adota uma armadura super avançada, cheia de equipamentos.

Sua relação com Kang nos quadrinhos se torna ainda mais relevante se lembrarmos que o personagem será interpretado por Jonathan Majors na fase 4 do MCU. Embora o ator tenha dito que não está em Loki, ele está confirmado em Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania. Logo, dependendo dos acontecimentos da série do Disney+ e das próximas produções do Marvel Studios, é possível que Renslayer e Kang se encontrem no universo compartilhado.

Dito isso, Renslayer definitivamente não é uma coadjuvante ordinária no MCU. Ela pode ter um futuro promissor nas telas, a começar pelos dois episódios finais de Loki. A série da Marvel é exibida às quartas, no Disney+.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.