HQ/Livros

Artigo

Eternos | Quem são os Deviantes?

Trailer final do épico da Marvel apresenta aqueles que são os inimigos ancestrais da equipe

Mariana Canhisares
19.08.2021
10h41
Atualizada em
19.08.2021
12h36
Atualizada em 19.08.2021 às 12h36

Quem ainda tinha alguma dúvida de quem seriam os vilões de Eternos teve sua resposta definitiva nesta quinta-feira (19), com o lançamento do trailer final do novo épico do Marvel Studios. Porque, além de responder por que a nova equipe se absteve do combate contra Thanos (e outros conflitos sanguinários ao longo da história da humanidade), a prévia introduziu os Deviantes, os inimigos ancestrais dos heróis.

Essas criaturas, tão diferentes entre si, surgiram de experimentos genéticos realizados há milhões de anos pelos mesmos criadores dos Eternos, os Celestiais, aqui na Terra. Mas enquanto Ikaris (Richard Madden), Thena (Angelina Jolie) e companhia saíram com uma beleza quase angelical e super poderosos, os Deviantes nasceram com um visual mais próximos dos demônios. Embora imortais, como a espécie-irmã, eles não eram dotados de poderes incríveis, como soltar laser pelos olhos. Na realidade, apenas alguns deles tinham um hall de habilidades um pouco mais humilde, entre as quais a capacidade de mudar de forma, rapidez de cura e força e velocidade sobrehumanas -- traços superiores a meros mortais, é verdade, mas que não são páreo às aptidões dos Eternos.

Mas o que eles não tinham em pirotecnia, eles compensavam com inteligência. Nos quadrinhos, os Deviantes avançaram tanto enquanto espécie que descobriram a engenharia genética antes dos humanos. Além de se aproveitar disso para evoluir rapidamente, eles foram capazes de dominar a Terra por um período e escravizar seus habitantes. Eventualmente, foram derrotados por seus criadores, razão pela qual, desde então, permanecem escondidos em cavernas e no subterrâneo.

Ainda que a diretora Chloé Zhao tenha dito que se inspirou muito no material original de Jack Kirby, que criou os Eternos em 1976, vale notar que, ao vir para a CCXP19, o presidente do Marvel Studios Kevin Feige adiantou que a representação dos Deviantes no MCU seria diferente da que os leitores dos quadrinhos estão habituados. “Essa é uma nova forma dos Deviantes”, disse.

Não está completamente claro o que ele quis dizer com isso, mas talvez o que Feige se referia tenha relação à origem destes vilões. Isso porque, no trailer, Ajak (Salma Hayek) diz que o retorno da população exterminada por Thanos (Josh Brolin) que "forneceu a energia necessária para dar início ao despertar", como se os Deviantes não estivessem ocultos, mas dormentes. Ao mesmo tempo, a prévia mostra a chegada de um corpo estranho à Terra, dando a entender que Eternos e Deviantes podem não ter sido criados aqui, mas mandados para o nosso planeta.

Enquanto isso não é esclarecido por ora, uma ligação bastante aparente entre a prévia e os quadrinhos está no diálogo entre a personagem de Jolie e uma misteriosa figura com quatro olhos. Tendo em vista o passado da Eterna Thena nas HQs, tudo indica que seu interlocutor seja Kro, um senhor da guerra dos Deviantes. Os dois foram amantes no passado, o que torna o conflito entre as espécies e o momento ainda mais carregado de tensão.

Eternos/Marvel Studios/Reprodução

De todo o modo, o importante de se entender é que a rivalidade entre os grupos é fundamentada, em alguma medida, na inveja, já que os Deviantes são menos fortes, menos belos e, ainda por cima, desprezados pelos Celestiais. Há, nas HQs, até uma sugestão de que estes seres cósmicos criaram os Deviantes como um aperitivo para todas as vezes que viessem à Terra, mas está mais para um boato do que uma narrativa concreta. Mesmo assim, a relação próxima entre Celestiais e Eternos é explicitamente referida por Sersi (Gemma Chan), quando ela explica para Dave Whitman (Kit Harington) quem lhes deu as instruções para não interferirem nos planos de Thanos.

De acordo com Ajak, os Eternos terão apenas sete dias para derrotar os Deviantes. Os fãs do MCU, porém, terão que esperar ainda alguns meses para ver esse embate épico (ou quase bíblico) nos cinemas. O filme tem estreia marcada para 5 de novembro de 2021, no Brasil.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.