Cavaleiro da Lua

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Artigo

Cavaleiro da Lua abre reta final com quarto episódio “maluco”

Minissérie terá apenas mais dois capítulos

Omelete
5 min de leitura
Nico Garófalo
20.04.2022, às 11H25

[Spoilers de Cavaleiro da Lua - “A Tumba” à frente]

Com quatro episódios já disponibilizados no Disney+, Cavaleiro da Lua está oficialmente em sua reta final. “A Tumba”, quarto capítulo liberado nesta quarta-feira (20), mergulha de vez nos conflitos internos de Marc/Steven (Oscar Isaac) e fazendo o público questionar se o que foi visto até agora na minissérie foi ou não real.

O episódio começa seguindo exatamente de onde parou na semana passada. Com Steven desmaiado após “rebobinar” o céu alguns milênios e Khonshu (F. Murray Abraham) preso pela enéade, Layla (May Calamawy) precisa enfrentar sozinha capangas de Harrow (Ethan Hawke), que encontrou a dupla no meio do deserto. Mesmo em desvantagem, a mercadora consegue vencer seus inimigos usando o escuro da noite e um sinalizador para enganá-los (e explodi-los). Steven finalmente acorda, impressionado com a destruição causada por Layla.

Enquanto isso, Harrow e seus seguidores conseguem abrir a entrada para a tumba de Ammit. O cultista convence seus discípulos a segui-lo, lembrando que a cada segundo que a deusa egípcia fica presa, uma vida inocente é perdida pelas mãos de uma alma ruim. Um a um, os membros da congregação entram na tumba para acompanhar seu mestre.

Na manhã seguinte, Layla e Steven até a tumba e o ex-lojista conta que Marc havia prometido entregar o corpo permanentemente após eles se libertarem de Khonshu, o que aconteceu quando o Deus da Lua foi aprisionado pela enéade. Após uma pequena discussão sobre as escolhas de Marc, Steven e Layla concordam em seguir a missão sem o mercenário.

A dupla chega ao acampamento abandonado de Harrow - que já explora a tumba com seus seguidores - e rouba alguns equipamentos para tentar chegar à estátua que prende Ammit antes do cultista. Depois de um flerte rápido - e um quase beijo - Steven conta para Layla que Marc só se afastou da esposa porque Khonshu queria que ela se tornasse seu próximo avatar. Frustrada, a mercadora diz que não precisa de proteção e admite admirar a honestidade de Steven, algo que ela sente falta em seu marido. Os dois enfim se beijam, o que leva Marc a assumir rapidamente o corpo que divide com Steven para socar o rosto falso-britânico.

Dentro da tumba, Layla conta a Steven sobre seu pai e como ele morreu em uma exploração. Tocado pela história da mercadora, o ex-vendedor afirma que o arqueólogo estaria brilhando de felicidade em ver a filha seguindo seus passos e realizando seu sonho de provar a existência das divindades egípcias. A dupla percebe que a estrutura da tumba foi criada para refletir o olho de Hórus e que o avatar de Ammit - sua voz na Terra - estaria enterrado ao fim do caminho que representa uma língua. Seguindo pelo corredor escolhido, eles encontram um altar cerimonial cercado por sangue fresco e ossos e, assustados, decidem procurar por uma rota alternativa.

Steven escala uma plataforma e encontra uma segunda saída, mas Layla fica para trás e vê um dos seguidores de Harrow ser morto e dissecado pela múmia viva de um dos sacerdotes enterrados na tumba junto do avatar de Ammit, um faraó, para protegê-lo. A criatura percebe e ataca Layla, que foge por uma porta após Steven derrubar a plataforma que usou para atingir o nível superior da câmara para atrasar o sacerdote mumificado.

A múmia encontra Layla, que a derrota após mais um uso inspirado de um sinalizador. Salva do sacerdote, ela acaba cara a cara com Harrow, que conta detalhes exatos sobre a morte do pai da mercadora, incluindo que o arqueólogo usava um cachecol feito a mão e enfeitado com escaravelhos e que Marc estava envolvido em seu assassinato. Frustrada, ela dispara em busca de Steven.

Mais adiantado na tumba, o lojista encontra o sarcófago do avatar de Ammit e, analisando os hieróglifos que o cercam, deduz que a câmara guarda o corpo de ninguém menos que Alexandre, o Grande. Depois de abrir o sarcófago, Steven percebe que a estátua de pedra que aprisiona a deusa egípcia está dentro do corpo do imperador macedônico. Sem alternativas, ele desenrola a múmia e explora manualmente a boca do corpo em busca da estatueta.

Mal ele a encontra, Layla chega à câmara questionando Marc sobre a morte do pai. O ex-mercenário admite que estava presente quando o arqueólogo foi morto. Pior, ele que levou o assassino à escavação em que o crime aconteceu. O avatar de Khonshu até tenta explicar à amada que tentou salvar seu pai, mas antes que ele consiga explicar toda a história, Harrow e seus seguidores armados chegam à câmara. Marc consegue derrubar alguns cultistas, mas é alvejado pelo vilão e deixado para morrer ao lado do corpo de Alexandre.

O bagulho fica doido

Ao invés de morrer, Marc acorda em um hospício. Lá, vemos alguns pacientes assistindo o filme Tomb Buster - uma cópia de baixo orçamento de Indiana Jones -, protagonizado por um britânico chamado Dr. Steven Grant. Sedado, Marc, em uma cadeira de rodas e com um boneco do Cavaleiro da Lua em mãos, é colocado frente a frente com seu reflexo e tenta chamar por sua outra personalidade, em vão. Depois de encontrar uma versão de Layla, ele é levado para uma sessão com o psiquiatra local - Harrow.

O vilão, que aqui parece mais um médico comum, tenta convencer Marc que todos os acontecimentos anteriores são, na realidade, projeções criadas por sua mente fragmentada. O ex-mercenário consegue superar seu estado catatônico e foge do consultório de Harrow, passando por dois enfermeiros e chegando a um quarto que guarda um sarcófago. Ao abri-lo, Marc descobre Steven e, juntos, eles entendem que precisam escapar do hospício para salvar Layla e o resto do mundo.

Em sua fuga, eles passam por um segundo sarcófago, mas o ignoram para seguir para a porta de saída. Eles param, no entanto, quando veem uma sombra intimidadora do outro lado. A porta se abre e revela não um segurança ou um enfermeiro, mas uma entidade similar a um hipopótamo - a deusa egípcia do nascimento, Taweret, que cumprimenta os dois de forma simpática. Os gritos de susto de Marc e Steven são interrompidos pelos créditos e “A Tumba” chega ao fim.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.