Espiral, Run e Antebellum são adiados por causa do coronavírus

Créditos da imagem: Lionsgate/Divulgação

Filmes

Notícia

Espiral, Run e Antebellum são adiados por causa do coronavírus

Produções da Lionsgate tinham estreias marcadas para abril e maio deste ano

Nicolaos Garófalo
17.03.2020
23h34
Atualizada em
24.03.2020
10h28
Atualizada em 24.03.2020 às 10h28

A Lionsgate removeu mais três filmes do seu calendário de lançamentos. Espiral: O Legado de Jogos Mortais, Run e Antebellum foram todos adiados indefinidamente por causa da pandemia do coronavírus (via Deadline).

Por enquanto, o estúdio irá rever a estratégia de lançamento dos filmes e esperar que a infraestrutura dos cinemas, que vêm fechando cada vez mais salas ao redor do mundo, volte ao normal antes de anunciar as novas datas de lançamento.

Estrelado por Janelle Monaé, Antebellum estava previsto para chegar às salas americanas em 24 de abril e mostraria uma palestrante feminista que é misteriosamente transportada para o período escravista dos Estados Unidos. Já Run, que tinha estreia marcada para 8 de maio, conta a história de uma garota que é educada em casa e descobre que a mãe, vivida por Sarah Paulson, esconde alguns segredos.

Espiral, estrelado por Chris Rock e Samuel L. Jackson, serve como sequência e reboot da franquia Jogos Mortais e segue um serial-killer que persegue policiais e deixa uma espiral desenhada em suas cenas do crime. A data de lançamento original nos EUA era 15 de maio e 18 de junho no Brasil.

 Efeito Coronavírus na cultura pop

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como 007 - Sem Tempo Para MorrerVelozes e Furiosos 9Um Lugar Silencioso 2MulanNovos Mutantes entre outros, tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias.