Solomon Hughes como Kareem Abdul-Jabbar em Lakers: Hora de Vencer

Créditos da imagem: HBO/Divulgação

Filmes

Notícia

Lakers: Hora de Vencer | Kareem Abdul-Jabbar critica a série: "Desonesta"

Astro histórico da franquia de basquete e crítico de arte apontou incoerências da produção

Omelete
3 min de leitura
Eduardo Pereira
19.04.2022, às 22H08

Astro histórico dos Los Angeles Lakers e ainda o maior pontuador da história da NBA, principal liga de basquete dos Estados Unidos, Kareem Abdul-Jabbar escreveu em seu blog pessoal sobre Lakers: Hora de Vencer. A série da HBO, produzida por Adam McKay e renovada para uma segunda temporada, dramatiza os anos de formação do elenco da franquia que dominou o esporte na década de 1980 (no qual Abdul-Jabbar era o principal nome). Crítico de arte e ativista político, ele definiu a produção como: "Desonesta".

"Como tantas pessoas talentosas erraram tão terrivelmente?", escreveu Abdul-Jabbar, antes de definí-la como "deliberadamente desonesta" e "terrivelmente chata". Na série, o ator estreante Solomon Hughes interpreta uma versão ficcionalizada do ex-jogador. Segundo o crítico, entretanto, não é isso que o incomoda, mas sim o "pecado" de ser "repetidamente entediante"

"Eu pensei que a qualidade de Não Olhe Para Cima havia sido uma anomalia", escreveu Abdul-Jabbar sobre o trabalho de McKay. "Eu esperava que talvez ele tivesse sido sobrecarregado pela paixão pelo tema do aquecimento global, deixando seu comprometimento obscurecer seu olhar crítico. Mas, agora que Tempo de Vencer sobre da mesma falta de profundidade e escrita preguiçosa, não tenho tanta certeza", adicionou.

O ex-jogador virou os olhos para o chamou de "caracterização insossa", adicionando que "os personagens são representações de palitinho cruas que lembram pessoas reais da mesma forma que o Han Solo de Lego lembra Harrison Ford. Cada personagem é reduzido a um único traço característico, como se os roteiristas tivessem medo que qualquer coisa mais complexa fosse desafiar a compreensão do espectador".

Jason Clarke, das franquias O Planeta dos Macacos e O Exterminador do Futuro, interpreta o ex-técnico dos Lakers Jerry West. Amigo pessoal do verdadeiro West, Abdul-Jabbar afirmou que: "É uma vergonha a forma como o tratam" na produção da HBO. "Jerry discutiu abertamente seus problemas com saúde mental, especialmente a depressão. Ao invés de explorar essas questões com compaixão, de forma a melhor compreender o homem, o transformaram nesse desenho animado de Wile E. Coiote para provocar riso. Ele nunca quebrou tacos de golfe, nem arremessou seu troféu pela janela. Claro, essas ações são grandes momentos dramáticos, mas elas fedem como a exploração de um homem, ao invés da investigação de um personagem".

Ao final da publicação, Abdul-Jabbar indicou que fãs de sua fase vitoriosa nos Lakers prestigiassem outras duas vindouras produções sobre a era: a série documental sobre Magic Johnson, They Call Me Magic, da Apple TV+, e uma série documental sobre os Lakers produzida pelo Hulu.

Lakers: Hora de Vencer é baseada no livro Showtime: Magic, Kareem, Riley and the Los Angeles Lakers Dynasty of the 1980s, obra de Jeff Pearlman que acompanha o time dos Lakers de 1980 e estuda também as vidas pessoais dos atletas, que marcaram a cultura americana como uma das mais dominantes dinastias do esporte.

Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.