Música

Notícia

Grammy 2022 | Soul, Bo Burnham e O Gambito da Rainha brilham nas mídias visuais

Vencedores em categorias que premiam música nas telas foram anunciados com antecedência

Omelete
4 min de leitura
Eduardo Pereira
03.04.2022, às 20H20
ATUALIZADA EM 04.04.2022, ÀS 01H12
ATUALIZADA EM 04.04.2022, ÀS 01H12

Antes mesmo de dar início à sua cerimônia oficial, o Grammy 2022 já premiou algumas categorias em um pré-evento transmitido no YouTube (assista acima). Entre elas, estavam aquelas destinadas ao uso de música em mídia visual. Entre as produções agraciadas com o cobiçado gramofone dourado, brilharam títulos da Netflix, do Amazon Prime Video e da Pixar — em uma disputa que incluía até a Marvel Studios.

Na briga pelo prêmio em Trilha Sonora Compilada para Mída Visual, a Disney viu o prêmio passar batido por Cruella (2021) e cair nas mãos de The United States vs. Billie Holliday, filme com produção do Prime Video. A Casa do Mickey se deu melhor na brilha por Trilha Sonora Original, com a animação da Pixar Soul (2020) empatando com a minissérie da Netflix O Gambito da Rainha.

A Marvel passou perto de conquistar um Grammy com "Agatha All Along", música na voz da atriz Kathryn Hahn que foi um verdadeiro fenômeno em WandaVision, mas quem riu por último e riu melhor foi Bo Burnham. A faixa "All Eyes on Me", do especial de comédia da Netflix Inside (2020), levou a estatueta na categoria de Melhor Música para Mídia Visual.

O comediante, entretanto, não deu a mesma sorte na disputa por Melhor Filme Musical: apesar da indicação de Inside, quem levou a melhor na briga foi o documentário ganhador do Oscar Summer of Soul (2021). A premiação audiovisual teve fim com a consagração de Jon Batiste, que levou o prêmio por Melhor Vídeo Musical com o clipe de "Freedom".

Resumo da noite

Movida de janeiro para abril por conta da pandemia de covid-19, a 64ª cerimônia do Grammy aconteceu neste domingo (3) em Las Vegas, nos Estados Unidos. O prêmio mais cobiçado da noite, de Álbum do Ano, ficou para We Are, de Jon Batiste. Entretanto, Olivia Rodrigocom três troféus, e o supergrupo Silk Soniccom quatro, foram os nomes de maior destaque na noite.

Contando com um evento de abertura, transmitido no YouTube e dedicado a distribuir alguns dos muitos troféus da premiação, a festa mal começou e já tinha distribuído uma boa dose de estatuetas.

Recordista de indicações ao Grammy aos 19 anos de idade, a jovem Rodrigo acabou vencida nas premiações prévias pelo recordista geral da edição atual, Batiste (destacado em 11 categorias), na corrida por Melhor Vídeo Musical. Em compensação, Rodrigo faturou o prêmio de Melhor Performance de Pop por "driver's license".

Em outra premiação de destaque relegada ao pré-evento, o rapper Tyler, the Creator teve Call Me If You Get Lost eleito como Melhor Álbum de Rap, batendo nomes de força como Kanye WestNas e Drake. Na divisão de Rock, os Foo Fighters venceram tudo que disputaram, se tornando a banda americana com mais vitórias em Grammy na história.

Apresentações e homenagens

Além de trazer apresentações BatisteH.E.R.BTSBillie EilishLil Nas X e Rodrigo, a premiação também contou com homenagens ao compositor Stephen Sondheim, que faleceu no final do ano passado, e ao baterista dos Foo FightersTaylor Hawkins, que morreu em março deste ano. Para este momento In Memoriam, subiram ao palco Cynthia Erivo, Leslie Odom Jr.Ben Platt e Rachel Zegler. Antes, Eilish havia feito uma homenagem própria a Hawkins.

O segmento chamou a atenção dos fãs brasileiros por incluir uma menção à cantora sertaneja Marília Mendonça, vítima de uma acidente aéreo em novembro de 2021. A homenagem, entretanto, não incluiu uma das damas máximas da música do nosso país, Elza Soares, morta em janeiro deste ano.

Responsável pela apresentação do evento, o comediante sul-africano Trevor Noah se manteve entre a reverência aos músicos e a irreverência com o noticiário de cultura pop. Já na abertura, ele cutucou a grande polêmica da última semana: o tapa dado por Will Smith em Chris Rock no Oscar 2022. Depois, evitou tocar em assuntos espinhosos e conduziu tranquilamente a cerimônia.

Sediada em Las Vegas, a 64ª edição do Grammy a festa tem apresentação do comediante Trevor Noah e traz performances de artistas como Jon Batiste, H.E.R., Nas e Chris Stapleton. Eles se juntam a BTS, Brandi Carlile, Billie Eilish, Lil Nas X e Olivia Rodrigo.

A cerimônia deste ano também conta com homenagens ao compositor Stephen Sondheim, que faleceu no final do ano passado, e ao baterista dos Foo Fighters, Taylor Hawkins, que morreu em março deste ano. Para este momento In Memoriam, subirão ao palco Cynthia Erivo, Leslie Odom Jr., Ben Platt e Rachel Zegler.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.