Shang-Chi | Mandarim de Homem de Ferro 3 não será apagado do MCU, diz roteirista

Créditos da imagem: Divulgação/Marvel Studios

Filmes

Notícia

Shang-Chi | Mandarim de Homem de Ferro 3 não será apagado do MCU, diz roteirista

Drew Pearcen afima que a nova versão será um adversário melhor

Gabriel Avila
01.08.2019
12h30

Anunciado como vilão do filme solo de Shang-Chi and The Legends of the Ten Rings, o Mandarim já apareceu no MCU em uma polêmica versão. Interpretado por Ben Kingsley em Homem de Ferro 3, o personagem gerou controvérsia ao ser revelado como uma farsa no fim do filme. Drew Pearcen, roteirista do terceiro filme de Tony Stark, revelou em entrevista ao CinemaBlend que buscou evitar estereótipos raciais enquanto planejava o antagonista:

“Sabe, há interpretações modernas do Mandarim que acredito que possam funcionar no contexto de, um filme da Marvel com base maior na cultura asiática que tenha, francamente, reunido cineastas e atores asiáticos para conduzir a história. Em nosso filme do Homem de Ferro, como vocês todos sabem, senti que se fizéssemos o Mandarim em muitas das formas como ele é conhecido, estaríamos tocando em estereótipos raciais que geraram o personagem no início. Perigo amarelo, sabe… Essa ideia inspirou nossa abordagem.”

Pearcen cita "perigo amarelo", o nome dado à forma estereotipada que a ficção ocidental passou a retratar asiáticos - na maior parte como vilões. O roteirista afirmou também que embora impopular, o personagem de Homem de Ferro 3 não será apagado do MCU:

“Também conversei com alguns amigos na Marvel e é claro que não sei exatamente o que acontece, mas há um forte senso de que tudo será revelado e não haverá retcon. E isso, no fim do dia, é tudo o que poderíamos pedir. (...) Eles têm uma clara ideia do que ele vai ser: um adversário melhor. E eu acredito na Marvel. Na Marvel confiamos”.

Retcon, ou continuidade retroativa, é o nome dado ao recurso de roteiro que altera o cânone já estabelecido por uma obra com novas informações.

Shang-Chi foi apresentado nos quadrinhos em 1973 como o filho do vilão Fu Manchu. Sem super-poderes, foi considerado o maior lutador da Marvel. O longa solo do mestre do Kung Fu terá Simu Liu como protagonista e terá o retorno de Mandarim, interpretado por Tony Leung. Com direção de Destin Cretton, o filme estreia em 21 de fevereiro de 2021.