San Diego Comic Con

Lista

Shang-Chi | Quem é o novo herói do MCU

Conhecido como o mestre do Kung Fu da Marvel, personagem ganhará um filme solo na fase 4

Mariana Canhisares
22.07.2019
20h24
Atualizada em
28.07.2019
14h47
Atualizada em 28.07.2019 às 14h47

O filme solo do Shang-Chi foi confirmado oficialmente pela Marvel durante painel na San Diego Comic-Con. Com estreia marcada para fevereiro de 2021, o personagem será vivido por Simu Liu. Conhecido como o mestre do Kung Fu da editora, o herói é o primeiro personagem de origem asiática a protagonizar um filme da Casa de Ideias, mas sua história não é nova. Na realidade, ela foi primeiro narrada nos quadrinhos nos anos 1970. 

Naquela época, as artes marciais eram um grande sucesso nos Estados Unidos e, não à toa, Bruce Lee era considerado um ídolo. Os quadrinistas Steve Englehart e Jim Starlin, então, tentaram levar o tema para as HQs adaptando a série de TV Kung Fu, mas sem sucesso. Foi apenas partindo de Fu Manchu, um vilão antigo da literatura inglesa, que encontraram a sua chance. 

HISTÓRIA DE ORIGEM

Marvel Comics/Reprodução

Como no original, o Fu Manchu dos quadrinhos era um criminoso ardiloso e sedento por sangue. Sem escrúpulos, ele era capaz até de usar artefatos místicos para roubar a vida do próprio irmão e garantir sua imortalidade. Porém, seu filho Shang-Chi - esse sim concebido na Marvel Comics - era o exato oposto. Embora não fugisse da luta, ele essencialmente tinha um espírito pacifista e, como todo bom herói, senso de justiça. 

Treinado em artes marciais e outras técnicas de luta para ser uma arma viva a serviço do seu pai, Shang-Chi descobre as atrocidades que Fu Manchu cometeu em uma missão, quando conhece o arqui-inimigo do criminoso, o sir Denis Nayland Smith. Diante dessas revelações, ele se rebela,  encontra em Smith um dos seus muitos aliados e se junta ao MI-6.  

Em 2015, quando a Marvel foi impedida de usar Fu Manchu, a editora deu ao personagem uma nova origem. Em Master of Kung Fu, Shang-Chi se tornou um pária, mesmo que tudo indicasse que teria um futuro brilhante à sua frente - antes de virar um bêbado esquecido nas ruas, houve um tempo em que era considerado o melhor estudante de artes marciais de K'un Lun. Ainda assim, ele mantém seu espírito de lutador e, junto com outros excluídos, encontra forças para ir contra o seu próprio pai, o malvado Imperador Zu.

Com a confirmação de que Mandarim estará no filme, dessa vez sendo interpretado por Tony Leung, o vilão do Homem de Ferro 3 deve assumir esse papel de figura paterna problemática para o novo herói do MCU. Um alívio, já que Fu Manchu é considerado um exemplo do retrato estereotipado e racista da população asiática. Tanto que o próprio Jim Starlin se opôs à sua apresentação no universo compartilhado.

Segundo o quadrinista, na época que criou Shang-Chi, ele nunca havia lido um livro de Fu Manchu. "Foi apenas depois de desenhar a primeira edição que Larry Hama, um amigo meu, disse ‘você já leu um desses livros?’ e me trouxe um no dia seguinte. Fiquei meio ‘ih, caramba, isso é meio embaraçoso’".

HABILIDADES

Marvel Comics/Reprodução

Shang-Chi é extremamente habilidoso, tendo derrotado adversários dotados de poderes sobre-humanos. Ele é especializado em artes marciais chinesas, mas é também um bom ginasta, atirador, espião e até pescador. 

Através de um controle único do seu chi, ele pode adquirir força, velocidade e precisão no nível de pessoas com super-habilidades. Além disso, por causa do seu domínio do sistema nervoso, ele pode se tornar resistente a ferimentos, dores e até venenos.

 

UM VINGADOR

Marvel Comics/Reprodução

Shang-Chi foi aceito como membro dos Vingadores nas HQs após o emblemático embate do grupo contra os X-Men. Neste momento nos quadrinhos, os Vingadores queriam fortalecer sua equipe, tendo em vista a grande derrota que sofreram no espaço. Diante das habilidades do mestre do Kung Fu, eles não tiveram dúvidas e o escolheram logo de cara.

Sentindo-se desafiado, Shang-Chi aceitou o convite do Capitão América e encontrou em Tony Stark um aliado. Admirado com o combate corpo a corpo do novo colega, o Homem de Ferro o ajudou com novos equipamentos que ampliavam suas habilidades.

Sua participação na equipe se estendeu por anos em um arco que culminou no Guerras Secretas, de 2015.

 

MEMBRO DOS HERÓIS DE ALUGUEL

Marvel Comics/Reprodução

Após a Guerra Civil, Shang-Chi se tornou membro dos Heróis de Aluguel, assim como Colleen Wing, Gata Negra e Misty Knight, em um período em que o grupo estava em conflito com o Capitão América.

Como parte da equipe, ele ajudou a revelar uma operação do mercado negro que estava fazendo implantes de órgãos Skrulls em super-humanos para que eles passassem a ter a habilidade de mudar de forma, como a espécie de Talos.

Porém, em um conflito contra a colmeia, Shang-Chi perde a cabeça e assassina seu companheiro de equipe Zumbido. Abalado com seus próprios atos, ele deixa o grupo para se tentar se reencontrar.

SHANG-CHI NA FASE 4

Marvel Comics/Reprodução

O projeto se encaixa dentro da proposta do estúdio de ser mais inclusivo, sobretudo após o sucesso e o impacto cultural de produções como Pantera Negra e Capitã Marvel. Por isso, não é surpresa que tenham contratado para o filme Dave Callaham, um roteirista de descendência chinesa e com experiência quando o assunto é produções de ação e de herói. A direção, por sua vez, fica a cargo de Destin Cretton, de O Castelo de Vidro.