Connie Nielsen e em cena de Gladiador

Créditos da imagem: Divulgação/Universal Pictures

Filmes

Notícia

Gladiador | Sequência depende da agenda de Ridley Scott, revela Connie Nielsen

Atriz afirma que adoraria voltar ao universo do filme de 2000

Gabriel Avila
01.06.2020
21h47
Atualizada em
01.06.2020
21h58
Atualizada em 01.06.2020 às 21h58

Connie Nielsen revelou que a sequência de Gladiador depende da agenda do diretor Ridley Scott. Em entrevista à EW, a atriz que interpretou a irmã mais nova do vilão Commodus (Joaquin Phoenix) revelou que não recebeu um convite oficial, mas que adoraria se juntar à produção, que pode começar logo após o controle na pandemia do coronavírus:

“Então, nós ouvimos algo dos produtores. Acho que é só uma questão de qual filme vem primeiro na agenda muito apertada de Ridley. E então, acho que será uma questão do COVID e quando poderemos voltar ao trabalho. Mas estaria interessada em fazê-lo, com certeza. Quero dizer, é obviamente um projeto maravilhoso, então é claro que eu me interessaria.”

Ao que tudo indica, a sequência de Gladiador se passará 25 anos após os eventos do original e deve mostrar como a história de Maximus (Russell Crowe) teve impacto na vida de Lucius, o filho de Lucilla (Nielsen) e sobrinho de Commodus (Phoenix), que acompanhou todos os eventos no coliseu. 

A presença de Crowe ainda não foi confirmada na continuação. Porém, em 2017, Ridley Scott afirmou que havia encontrado uma forma de trazer Maximus de volta. "Se vai acontecer, não sei. Gladiador é de 2000, Russell mudou um pouquinho. Ele está fazendo outra coisa agora, mas estou tentando trazê-lo de volta", declarou na época - leia mais

A ideia de "ressuscitar" Maximus não é nova. Em 2005, Crowe chegou a pagar o músico Nick Cave por um roteiro que justificava o retorno do gladiador - saiba mais