Francis Ford Coppola esclarece comentários a respeito dos filmes da Marvel

Créditos da imagem: MSNBC/Youtube/Reprodução

Filmes

Notícia

Francis Ford Coppola esclarece comentários a respeito dos filmes da Marvel

Diretor de O Poderoso Chefão afirma que foi mal interpretado em relação às suas críticas

Gabriel Avila
29.10.2019
13h45
Atualizada em
29.10.2019
14h11
Atualizada em 29.10.2019 às 14h11

Francis Ford Coppola voltou a comentar a polêmica sobre os filmes da Marvel. Há algumas semanas, o diretor de O Poderoso Chefão comentou a declaração de Martin Scorsese, que afirmou não considerar longas do MCU como cinema. Foi noticiado que Coppola chamou as produções do Marvel Studios de “desprezíveis”. Entretanto, o cineasta afirma que suas palavras foram mal interpretadas, pois se referia à forma gananciosa como a indústria passou a enxergar essas produções. Leia abaixo a declaração original:

“Quando Martin diz que a Marvel não faz cinema, ele está certo porque nós esperamos aprender algo com o cinema, algum tipo de conhecimento, iluminação, inspiração. Eu não conheço ninguém que tire algo disso ao ver o mesmo tipo de filme várias e várias vezes seguidas. (...) E também, há uma filosofia de que uma pessoa com riqueza pode ser justa ou injusta. É muito importante quando você pensa sobre isso. Ganhar riquezas de forma injusta apenas gasta, não contribui com nada. Saudável é apenas o que é justo e traz mais para a sociedade. Cinema é a mesma coisa. Cinema de verdade traz algo, um maravilhoso presente para a sociedade. Não apenas faz dinheiro e deixa as pessoas ricas. Isso é desprezível. Então Marty foi gentil quando disse que não é cinema, ele não disse que é desprezível. O que eu estou dizendo.”

Em nova entrevista ao Deadline sobre o assunto, Francis Ford Coppola explicou que há qualidades em filmes da Marvel, mas concordou com Scorsese de que as produções se parecem mais com um parque de diversões:

"Sabe, tenho certeza que você está resumindo o que quer que Martin tenha dito. A essência de seu discurso. Se você perguntar a ele se há talento e expressão cinemática, se há um grande trabalho por trás de certos filmes da Marvel, ele diria sim. Mas seu ponto é que o conceito dos filmes da Marvel consumiram todo o oxigênio, ou seja, os recursos não são realmente mais do que um passeio pelo parque temático do que podemos chamar de cinema. Sim, eu concordo com ele. Mas comerciais de TV também são cinema - mas é uma bela forma de cinema? não."

Coppola explicou também sua aversão à franquias que repetem uma fórmula em busca não de arte, mas de lucro:

"Particularmente não gosto da ideia de franquias, a noção de que você pode continuar repetindo essencialmente o mesmo filme por ganho financeiro - em outras palavras, a abordagem formulaica. Sinto que essa abordagem reduz os riscos econômicos dos filmes, e sinto que o ‘fator risco’ é um elemento que às vezes torna os filmes grandiosos. E também, os filmes formulaicos moldam os recursos disponíveis a eles, deixando pouco para produções mais ousadas, reduzindo diversidade.

De certa forma, acredito que cinema é como comida: você certamente pode adicionar coisas para torná-lo apetitoso, saboroso e agradável, mas tem que ter algo de nutritivo para ser considerado como comida de verdade."