Filmes

Notícia

Executivo da Fox é só elogios para Deadpool e Gambit no filme de Wolverine

Jeff Katz fala da ausência do mutante cajun nos filmes anteriores da série

Érico Borgo
12.12.2008, às 12H00
ATUALIZADA EM 13.02.2017, ÀS 02H07
ATUALIZADA EM 13.02.2017, ÀS 02H07

Em conversa com a matriz da MTV, Jeff Katz, executivo da 20th Century Fox, foi só elogios às performances de Ryan Reynolds e Taylor Kitsch em X-Men Origins: Wolverine.

Sobre Reynolds, que vive o mutante Deadpool no filme, Katz disse "Ryan é o único cara que poderia interpretá-lo. Ele é Deadpool. Eu tenho que dizer que essa é uma das coisas que mais de deixou orgulhoso em minha carreira. Levou cinco anos, mas finalmente consegui colocá-lo nesse papel". O executivo refere-se ao filme do personagem, que nunca saiu do papel, uma idéia que começou quando Reynolds trabalhou em Blade: Trinity. "Ryan tem verdadeira obsessão pelo personagem", completou.

gambit

None

Sobre Gambit, o mutante cajun vivido por Kitsch, Katz inicialmente lembrou que o personagem já deveria ter aparecido nos filmes anteriores dos X-Men, mas não foi usado porque ele dividiria as atenções do público com Wolverine. Agora, com o herói das garras de adamantium devidamente estabelecido e estrelando um filme só seu, os produtores acharam que era hora de dar uma chance ao novato no cinema. "Não tenho dúvida de que ele funcionará bem. Foi só uma questão de colocar um sobretudo em Taylor, dar um bastão a ele e tomar cuidado. Ele é um garoto durão e fez quase todas as suas cenas de ação - e ele parecia vale um milhão de dólares enquanto as fazia".

Concluindo a conversa, Katz explicou as intenções da Fox em colocar esses dois icônicos personagens no filme. "Temos uma estratégia de crescimento dessa franquia e ela envolve alguns personagens que podem transitar em filmes múltiplo. É um grande desafio construir a tapeçaria que é a série X-Men. Plantaremos alguns personagens nas franquias de outros para testar a aceitação de futuros filmes", terminou.

X-Men Origins: Wolverine estréia em 1º de maio de 2009.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.