Glass Onion: Um Mistério Knives Out

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Filmes

Crítica

Mesmo sem surpresas, Glass Onion conquista com acidez e atuações impecáveis

Sequência de Entre Facas e Segredos diverte com dinamismo e crítica social, mas peca na resolução de seu mistério central

Omelete
3 min de leitura
19.12.2022, às 19H22

Sucesso inesperado de 2018, Entre Facas e Segredos conquistou aclamação ao virar tropos de whodunit do avesso e extrair algumas das melhores atuações das carreiras de seu numeroso elenco. Em Glass Onion: Um Mistério Knives Out, Rian Johnson pode até não manter a sensação de frescor da aventura original de Benoit Blanc, mas, graças a performances incríveis de seus atores e reviravoltas bem alocadas, o diretor e roteirista entrega uma sequência divertida e digna de atenção.

Assim como no primeiro filme, o principal atrativo de Glass Onion está em seu elenco e em como esses atores, cujas carreiras sempre pareceram seguir caminhos diferentes, funcionariam em conjunto. Liderados por Daniel Craig, que mais uma vez se transforma no papel de Blanc, Kathryn Hahn, Leslie Odom Jr., Janelle Monáe, Dave Bautista e Edward Norton fazem um trabalho impecável, com Kate Hudson inclusive entregando sua melhor atuação desde Quase Famosos, lançado há mais de duas décadas. Mesmo Jessica Henwick e Madelyn Cline, que têm papéis mais discretos que seus colegas, fazem um ótimo trabalho ao servirem como representantes do público no meio de tantos personagens odiosos, que incluem cientistas antiéticos, sociopatas bilionários e streamers reacionários.

Mais do que o mistério central do filme, os personagens – e a forma como Johnson os escreve – acabam sendo a parte mais atrativa de Glass Onion. A cada cena que passa, o espectador acumula mais e mais raiva de cada um dos Disruptores (nome dado ao grupo pelo personagem de Norton), de modo que é difícil chegar ao terceiro ato sem querer que todos eles acabem atrás das grades.

Seguindo a linha que apresentou no filme original, Johnson usa os personagens de Glass Onion para atacar as elites econômica e intelectual dos EUA e a forma como elas trabalham pela manutenção do status quo. Brincando com a arrogância e a falta de escrúpulos que moldam relações no mundo capitalista, o cineasta pinta um retrato nada elogioso da sociedade estadunidense e da forma como ela abandona qualquer convicção diante da possibilidade de lucro. Por mais que protagonizem alguns momentos caricatos, os “vilões” do novo longa são terrivelmente realistas e é fácil imaginar alguns diálogos sendo proferidos de forma séria por personalidades como Elon Musk e Joe Rogan.

A única grande fraqueza do roteiro está no mistério central. Ao contrário do que fez em Entre Facas…, Johnson guarda a identidade da vítima da vez até o segundo ato de Glass Onion. A revelação do assassinado surpreende, mas se torna bem menos impressionante quando Blanc inevitavelmente descobre o culpado e seus motivos. Através do detetive, o próprio cineasta admite a obviedade da revelação com um diálogo que soa bem mais como uma autocrítica do que com a reconstrução de fatos tradicional em whodunits.

Embora se perca em um ou outro ponto do roteiro, Johnson compensa esse deslize com uma direção afiada. Mais dinâmico e ágil que Entre Facas…, Glass Onion mantém o espectador na ponta da cadeira graças a seus cortes bem colocados e à forma como cada suspeito é enquadrado do começo ao final do filme. Há na sequência um imediatismo ainda maior que o presente no longa original, especialmente em sua segunda metade, quando Blanc passa a dividir o protagonismo com outro personagem.

Menos surpreendente, mas tão divertido quanto seu antecessor, Glass Onion segura a atenção do público com suas atuações incríveis e tem potencial para satisfazer até o mais exigente dos fãs de mistérios policiais lúdicos como este.

Nota do Crítico
Ótimo
Glass Onion: Um Mistério Knives Out
Glass Onion: A Knives Out Mistery
Glass Onion: Um Mistério Knives Out
Glass Onion: A Knives Out Mistery

Ano: 2021

País: Estados Unidos

Classificação: 16 anos

Duração: 139 min

Direção: Rian Johnson

Roteiro: Rian Johnson

Elenco: Daniel Craig, Kathryn Hahn, Edward Norton, Dave Bautista, Janelle Monáe, Leslie Odom Jr., Kate Hudson, Jessica Henwick, Madelyn Cline

Onde assistir:
Oferecido por

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.