Capitã Marvel | Entenda as cenas pós-créditos do filme

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Filmes

Artigo

Capitã Marvel | Entenda as cenas pós-créditos do filme

Cuidado com os spoilers!

Natália Bridi
05.03.2019
14h10
Atualizada em
12.03.2019
20h04
Atualizada em 12.03.2019 às 20h04

Como já virou regra para os filmes de super-herói, Capitã Marvel conta com suas devidas cenas pós-créditos. A diferença desta vez é a alta expectativa em torno de um desses momentos pela aguardada ligação com Vingadores: Ultimato, título que encerra o primeiro grande ciclo de filmes do Marvel Studios.

A seguir, descrevemos e explicamos as cenas pós-créditos de Capitã Marvel. Cuidado com os spoilers!

Cena 1: Steve Rogers (Capitão América), Natasha Romanoff (Viúva Negra), Bruce Banner (Hulk) e James Rhodes (Máquina de Combate) estão em um laboratório na sede dos Vingadores. Com eles está o pager dado por Carol Danvers a Nick Fury (dispositivo que é explicado ao longo do filme da heroína e que havia aparecido antes na cena pós-créditos de Vingadores: Guerra Infinita, quando Fury o aciona antes de desaparecer). Rhodes então aponta que o pager, que estava ligado a uma máquina, “parou de fazer o barulho que estava fazendo”. Rogers e Romanoff conversam sobre a sua importância, lembrando que se Fury o acionou deve ter um significado importante. De repente, Capitã Marvel surge ao lado do grupo, seus cabelos estão mais longos e seu uniforme sofreu algumas modificações. Ela pergunta “Onde está Fury?” e a cena acaba.

O que significa: Capitã Marvel precisa encaixar uma nova heroína em um universo que vem sendo construído há 10 anos. Além disso, deve justificar a sua ausência durante todo esse tempo e também a sua inclusão nesse momento derradeiro, não só pela sua força, mas pelo alcance dos seus poderes em relação a um vilão que já derrotou a tudo e a todos. O filme cumpre todas essas demandas, o que torna o momento em que Carol Danvers encontra os Vingadores restantes ainda mais significativo. Não se trata apenas da heroína respondendo ao chamado do seu velho amigo e retornando à Terra depois de quase 20 anos da sua partida, mas do peso que a sua contribuição pode ter para resolver um problema que não atinge apenas a Terra, mas o universo como um todo - afinal, aonde quer que estivesse no espaço, Danvers viu as consequências do estalar dos dedos de Thanos. O fato dos seus poderes terem origem no Tesseract é uma pista importante sobre a sua participação em Ultimato. Como Visão aponta em Guerra Infinita, apenas um poder com a mesma "frequência" da Joia pode destruí-la (é por isso que a Feiticeira Escarlate era a única capaz de eliminar a Joia da Mente que dava vida a Visão, já que seus poderes foram originados pelo mesmo artefato). Esse primeiro contato com os Vingadores visto na cena pós-créditos de Capitã Marvel foi dirigido por Joe e Anthony Russo e deve aparecer no primeiro ato de Ultimato, levando também a uma explicação sobre sua ligação com Nick Fury e a origem dos seus poderes, além de uma breve narrativa sobre os anos que passou longe, o que prontamente deve levar a constatação de como Danvers pode ajudar o grupo a enfrentar Thanos.

Cena 2: A gata Goose, que no filme é revelada como sendo uma alienígena da espécie Flerken, vomita o Tesseract como se fosse uma bola de pelos na mesa de Nick Fury.

O que significa: O trecho responde como o artefato voltou ao poder da SHIELD depois de ter passado um tempo no espaço por conta dos experimentos feitos por Mar-Vell (a Joia do Espaço foi encontrada por Howard Stark ao final de Capitão América: O Primeiro Vingador e se encontrava em poder da SHIELD, dona da base em que Mar-Vell conduzia seus experimentos). Gosse consome o Tesseract durante o conflito com os Kree, já que Fury não teria condições de segurá-lo (como visto em Guerra Infinita, ao segurar a Joia com as próprias mãos em O Primeiro Vingador, Caveira Vermelha foi banido para o planeta Volmir). A grande dúvida deixada pela cena é a localização de Goose. Teria a gata alienígena a mesma expectativa de vida de felino terráqueo, daí a sua ausência de histórias mais recentes? Ou teria ela partido em outras missões em nome da SHIELD?