Foto de Dwayne Johnson e Tyrese Gibson e Vin Diesel

Créditos da imagem: Alberto E. Rodriguez/Getty Images North America/AFP; Tolga Akmen/AFP

Filmes

Lista

Velozes e Furiosos | Entenda a briga entre Tyrese Gibson, Vin Diesel e The Rock

Desentendimento nos bastidores da franquia levou a alfinetadas nas redes sociais

Camila Sousa
27.08.2019
17h31

A franquia Velozes e Furiosos começou em 2001, com Paul Walker e Vin Diesel como os personagens principais. Ao longo de nove produções principais e um derivado, o elenco passou a falar de si mesmo como uma “família”, conceito divulgado especialmente por Diesel. Mas, como em toda a família, os desentendimentos fazem parte e o maior de todos até agora aconteceu envolvendo o intérprete de Dominic Toretto, Tyrese Gibson e Dwayne “The Rock” Johnson. Abaixo explicamos como a briga entre os três astros começou:

Histórico

Foto de +Velozes +Furiosos
+Velozes +Furiosos/Universal/Divulgação

Tyrese Gibson entrou para a franquia no segundo filme, +Velozes e +Furiosos, lançado em 2003. A sequência do longa de sucesso chegou sem Vin Diesel no papel principal e com Paul Walker dividindo o protagonismo com Gibson. A ideia, na época, era apostar em um novo astro, já que Vin Diesel estava com foco na franquia Triple X. Mas o plano não saiu como o esperado.

Após a estreia do terceiro filme, Velozes & Furiosos: Desafio em Tóquio, Diesel voltou ao papel de protagonista em Velozes & Furiosos 4, lançado em 2009 sem a presença de Tyrese. O ator só voltou para a franquia em 2011, em Velozes & Furiosos 5: Operação Rio, mesmo longa que contou com a estreia de The Rock como Hobbs. Em 2013, Gibson afirmou que queria dar mais destaque ao seu personagem, Roman Pearce, provavelmente tentando recuperar parte do protagonismo prometido anteriormente: “Ao invés de ficar seguindo ordens, eu gostaria de liderar e decidir o que fazer”. Com todo esse histórico, fica claro que Tyrese já estava insatisfeito com seu papel na franquia.

Tyrese vs The Rock

Foto de Dwayne Johnson e Tyrese Gibson
Alberto E. Rodriguez/Getty Images North America/AFP

Gibson continuou atuando nos demais filmes de Velozes & Furiosos, mas ficou irritado em 2017, com o adiamento do nono longa. A Universal anunciou que a produção será lançada apenas em maio de 2020 e Tyrese culpou The Rock pelo caso. Segundo ele, o filme solo Hobbs & Shaw foi o motivo do adiamento da franquia principal, que estaria se tornando sobre Hobbs e não sobre todos da “família”.

Mais ou menos um mês após a primeira declaração, Gibson aumentou o tom e afirmou que deixaria o elenco de Velozes & Furiosos 9, caso The Rock continuasse. Pouco depois ele voltou atrás, postou uma foto com Vin Diesel e The Rock e disse que voltaria ao papel de Roman Pearce. Após a polêmica, Johnson confirmou que realmente não estaria no novo filme, se dedicando totalmente ao longa ao lado de Jason Statham.

Recentemente, Tyrese Gibson renovou a briga ao alfinetar The Rock pela estreia de Hobbs & Shaw. A produção teve uma bilheteria de estreia abaixo do esperado (US$ 60 milhões nos EUA) e Gibson disse que “quebrar a família claramente não tem o valor que acharam que teria”, indicando novamente que Johnson criou uma disputa nos bastidores de Velozes & Furiosos.

Diesel vs The Rock

Foto de Vin Diesel
Tolga Akmen/AFP

No meio de tudo isso, The Rock e Vin Diesel protagonizaram outra briga, em que Gibson também entrou no meio. Tudo começou em 2016, quando Dwayne Johnson publicou um texto em suas redes sociais criticando membros do elenco masculino, afirmando que alguns não eram profissionais no set. Tyrese Gibson respondeu a isso, criticando The Rock por citar o elenco masculino, sem dizer nomes: “Essa franquia nunca foi sobre nenhum de nós individualmente, ela é sobre a Família, a Tribo”, afirmou o ator, voltando a citar a união do elenco nos bastidores. 

No entanto, ao não dar nomes, The Rock alimentou rumores de uma rivalidade com Vin Diesel, já que notícias anteriores diziam que o ator estava atrasando o começo da produção. Gibson entrou na história novamente para defender Diesel e dizer que ninguém sabia o quanto ele trabalhava para defender os personagens da franquia. Ainda em 2016, um rumor disse que a briga entre The Rock e Diesel era uma publicidade para o lançamento do longa seguinte. A ideia, segundo uma fonte da época, era estimular a rivalidade para que os dois fossem até o WWE no ano de estreia de Velozes e Furiosos 8

Nada disso aconteceu e, em 2018, Dwayne Johnson falou abertamente sobre o caso. Segundo ele, “Vin e eu tivemos algumas discussões, incluindo uma importante no meu trailer. E eu percebi que temos diferenças fundamentais em termos de filosofia de trabalho e colaboração. Demorou algum tempo, mas tenho gratidão por isso ter ficado nítido, independentemente se trabalharemos juntos novamente ou não. Agora estou concentrado em fazer o filme derivado do melhor jeito possível. Desejo a Diesel o melhor”. Com tal declaração e a saída de The Rock do nono filme, fica claro que ele deve seguir seu caminho nos filmes derivados, enquanto Diesel e Gibson continuam na franquia principal, encerrando de uma vez toda essa briga.