Produtora diz que Melissa Barrera foi demitida de Pânico por incitação ao ódio

Filmes

Notícia

Produtora diz que Melissa Barrera foi demitida de Pânico por incitação ao ódio

Atriz foi desligada da franquia de terror nesta terça-feira após defender Palestina

Omelete
2 min de leitura
21.11.2023, às 22H04
ATUALIZADA EM 23.11.2023, ÀS 08H48
ATUALIZADA EM 23.11.2023, ÀS 08H48

A Spyglass Media Group, produtora por trás de Pânico VII, decidiu dar mais detalhes sobre a demissão de Melissa Barrera da franquia -- que aconteceu nesta tarde (21). Em comunicado ao Variety, a empresa explicou que tomou a decisão porque as postagens da atriz foram interpretadas como antissemitas.

A posição da Spyglass é inequivocamente clara: temos tolerância zero ao antissemitismo ou ao incitamento ao ódio sob qualquer forma, incluindo falsas referências ao genocídio, depuração étnica, distorção do Holocausto ou qualquer coisa que ultrapasse flagrantemente a linha do discurso de ódio”, disse a companhia à publicação.

Christopher Landon, diretor do vindouro filme, também expressou sua opinião sobre a demissão de Barrera pelo X (antigo Twitter):

Tudo é uma droga. Parem de gritar. Esta decisão não foi minha”, escreveu.

Pânico VI, filme mais recente da franquia, está disponível para aluguel digital. Assista ao nosso veredito a seguir:

******************

Faça parte da nossa comunidade: Temos bastidores no Canal do WhatsApp, entre no debate no Telegram e acompanhe a gente também no YouTube (youtube.com/omeleteve)

Ingressos à venda para a CCXP23, o maior festival de cultura pop do mundo. Compre agora!

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.