Cena de Servant/Apple

Créditos da imagem: AppleTV+/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Servant | Juiz arquiva processo de plágio aberto por diretora contra a série

Cineasta Francesca Gregorini acusou produção de M. Night Shyamalan de se apropriar e descaracterizar conceitos de um de seus filmes

Nicolaos Garófalo
28.05.2020
20h30
Atualizada em
28.05.2020
20h41
Atualizada em 28.05.2020 às 20h41

O juiz federal norte-americano John F. Walter arquivou, nesta quinta-feira (28), um processo movido pela cineasta Francesa Gregorini contra M. Night Shyamalan por causa da série Servant. (via Variety)

Tanto o seriado da AppleTV+ quanto o longa mostram a história de uma mãe que, para lidar com a dor de perder um filho, tratam um boneco como se fosse uma criança normal. “Além desta incontestável premissa em comum, as histórias seguem rumos diferentes de maneira drástica e rápida”, afirmou Walter em seu parecer. “As semelhanças entre os trabalhos são mínimas se compararmos tramas, temas, diálogos, atmosfera, local, ritmo, personagens e sequência de eventos, e a corte conclui que eles não são similares perante a lei”.

Gregorini afirmou que recorrerá da decisão.

Servant conta a história de um casal da Filadélfia que, após perder seu bebê por problemas de saúde, substitui a criança por um assustador boneco, dando espaço para que uma força misteriosa entre em suas vidas.