Olivia Rodrigo em High School Musical: O Musical: A Série

Créditos da imagem: High School Musical: O Musical: A Série/Disney+/Reprodução

Séries e TV

Notícia

É impressão ou High School Musical começa a preparar o adeus de Olivia Rodrigo?

Assim como aconteceu com a Nini, o clube de teatro do East High já é pequeno demais para a cantora

Mariana Canhisares
30.07.2021, às 15H03

[Atenção: spoilers de High School Musical: O Musical: A Série a seguir]

A despedida de Olivia Rodrigo do East High parece ser uma questão de tempo, principalmente diante do finale da segunda temporada de High School Musical: O Musical: A Série. E não se trata apenas da emoção da cantora e atriz nos bastidores, durante a celebração do término das filmagens -- embora seja, sim, um momento muito sugestivo. A decisão de Gina (Sofia Wylie) de apresentar Nini ao seu irmão, o produtor musical Jamie (Jordan Fisher), crava de uma vez por todas que não dá mais para a protagonista focar no clube de teatro como antes. Seu futuro já está se desenrolando fora dele (e longe do Ricky), no sucesso instantâneo de suas músicas nas redes sociais.

Esse gancho para o novo ano não necessariamente indicaria o adeus de Rodrigo da produção não fosse o fato da jornada da wildcat ser inegavelmente metalinguística. Afinal, antes mesmo do lançamento do segundo ano do seriado, Olivia Rodrigo também não era mais um nome conhecido apenas pelos fãs da franquia. A cantora já havia estourado a bolha teen e se tornado um hit que dominava as manchetes e os trending topics por causa dos singles “drivers license”, “deja vu” e “good 4 u” -- e também pelo seu relacionamento com o ex-namorado e colega de elenco, Joshua Bassett, insinuado o tempo todo nas faixas. O lançamento de Sour, seu álbum de estreia, na semana seguinte só confirmou seu posto como artista pop para ficar de olho, e mostrou que o sucesso da jovem artista não estava mais preso às marcas HSM ou Disney. O nome dela já era forte por si só.

O curioso é que a semelhança entre a vida real e o arco de Nini não foi planejada, segundo o criador e produtor da série Tim Federle. "Tudo isso precedeu o sucesso estrondoso dela por meses e meses. Tenho os roteiros para provar”, disse ao site Decider. “Era impossível prever que Olivia teria esse álbum de estreia ao estilo Whitney Houston, mas qualquer um que seja próximo dela sabia que algum dia isso aconteceria".

De todo modo, com a possibilidade do sucesso de Rodrigo em mente ou não, a série foi aos poucos tirando Nini do centro da trama, deixando-a mais como um apoio emocional para os amigos do que efetivamente emulando o papel de destaque da sua “contraparte”, Gabriella Montez. Agora, com a adolescente prestes a conhecer e, muito provavelmente, colaborar com um produtor musical bombado, a terceira temporada parece a ocasião perfeita para a cantora se despedir do papel que a ajudou a colocar no mapa da cultura pop, ainda que contratualmente Rodrigo esteja comprometida com a Disney até 2023. Isso porque há não muito tempo a artista disse ao The Guardian que acha difícil se dividir para dar conta eficientemente das suas duas frentes de atuação -- para não mencionar como seu cansaço está explícito também na letra de “brutal”.

A série, porém, ainda não foi renovada pelo Disney+ para uma nova temporada. Na realidade, High School Musical: O Musical: A Série encerrou seu segundo ano justamente nesta sexta-feira (30), o que deixa o futuro da produção todo em aberto. Nas próximas semanas, dá tanto para o streaming encontrar uma solução para manter Olivia Rodrigo na produção, como amadurecer a decisão em potencial da atriz de deixar os wildcats para trás -- até porque high school wasn’t meant to last forever. Fique de olho no Omelete para não perder as novidades sobre o seriado.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.