Kurt Sutter em Sons of Anarchy/FX

Créditos da imagem: FX/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Mayans MC | Kurt Sutter afirma ter sido demitido por rebeldia

Criador de Sons of Anarchy começou a ter problemas após Disney comprar a Fox

Nicolaos Garófalo
29.10.2019
23h47
Atualizada em
30.10.2019
16h27
Atualizada em 30.10.2019 às 16h27

Dias depois de sua demissão da FX, Kurt Sutter disse que seu desligamento da emissora aconteceu por causa do seu comportamento rebelde após a Disney comprar as propriedades da Fox. Em entrevista ao Deadline, o criador de Sons of Anarchy e Mayans MC afirmou que uma piada feita às custas de Walt Disney deram início aos atritos com os novos chefes.

Na piada em questão, dois personagens de Mayans MC, EZ (JD Pardo) e Coco (Richard Cabral), fazem alusão ao rumor sobre a simpatia do criador do Mickey Mouse ao partido nazista da Alemanha durante o período pré-Segunda Guerra Mundial, afirmando que o parque Disneyland era onde o cineasta e empresário teria enterrado “os judeus que matou”. Segundo Sutter, se tratava de uma “piada babaca” para testar a tolerância dos novos chefes.

Depois que os mandachuvas do FX pediram por mudanças no trecho – que transformou o diálogo em uma teoria sobre Mickey e Pluto serem pedófilos -, o produtor e roteirista teria começado sua sequência de comportamentos rebeldes, entregando novos roteiros com atraso para que não houvesse tempo hábil para nenhuma mudança.

Na mesma entrevista, Sutter afirmou que não houve nenhum tipo de “comportamento indevido e ninguém pegou o telefone para reclamar de mim”. Na sua opinião, ele foi demitido por ser um “imbecil”.

A segunda temporada de Mayans MC já está em exibição nos EUA. Sem Sutter, a série deve passar a ser comandada apenas por Elgin James, co-criador da produção.