Séries e TV

Entrevista

Halo começa 2ª temporada com pulo temporal e “evento importante no cânone”

“Brincamos um pouco com o conceito de tempo nessa temporada”, diz diretor

Omelete
3 min de leitura
07.02.2024, às 06H00
ATUALIZADA EM 08.02.2024, ÀS 10H00
ATUALIZADA EM 08.02.2024, ÀS 10H00

Os fãs que terminaram a primeira temporada de Halo roendo as unhas para saber como Master Chief (Pablo Schreiber) e seu esquadrão se recuperaram do confronto com as forças do Covenant vão ter uma surpresa quando apertarem o play no primeiro episódio do segundo ano. Durante visita ao set de Halo em Budapeste, na Hungria, o Omelete conversou com o diretor Otto Bathurst, que revelou que a temporada começa com um pulo temporal de mais ou menos seis meses”.

Isso nos permitiu acelerar certas histórias que estavam funcionando, diminuir o impacto ou abandonar totalmente outras que não estavam funcionando, empurrar personagens para lugares novos e interessantes. Então meio que te soltamos de paraquedas ali, e você fica: 'Calma lá, o que está acontecendo?'”, explicou ele. “Esse movimento de trama foi pensado para intrigar o espectador. Mostramos algumas coisas que você vai ficar um tempo tentando entender”.

As idas e vindas no tempo serão uma marca de toda a temporada, inclusive. Definitivamente estamos brincando um pouco com o conceito do tempo, o que é muito mais interessante do que fazer uma continuação direta do que estava acontecendo no final da primeira temporada”, argumentou Bathurst. “Eu não diria que é um recomeço, isso seria dramático demais, mas é como se tivéssemos encontrado um novo ponto para jogar o espectador”.

Sob o comando do showrunner David Wiener (Admirável Mundo Novo), que assumiu a série nesta segunda temporada após um primeiro ano atribulado que viu a saída de dois roteiristas (Kyle Killen e Steven Kanedurante a produção e pós-produção, Halo deve assumir um formato mais irreverente” - adjetivo escolhido pela atriz Natascha McElhone, que interpreta a Dra. Halsey na série.

Ele sabe como brincar com a forma um pouco”, refletiu ela. “Quando você está fazendo uma primeira temporada, tem que se preocupar com a apresentação do mundo, o estabelecimento dos personagens... e me impressionou como David herdou o legado desse trabalho, mas não teve medo de ousar”.

Bookem Woodbine, que vive Soren em Halo, disse algo parecido: “David é muito bom em fazer as diferentes partes da história se cruzarem de formas inesperadas. Se você assiste bastante TV, ou se você é um ator de TV, aos poucos começa a reconhecer padrões. Você consegue ver para onde um roteiro está indo quando chegou à página 10. Mas David me surpreendeu muitas vezes, e sempre positivamente”.

Quando falamos com o próprio Wiener, ele declarou que assumir Halo na segunda temporada foi se deparar com um cardápio gigante de possibilidades”. “Ao mesmo tempo, temos toda a mitologia expansiva da franquia nos games, que está a nossa disposição se quisermos tirar algo dela. Diante disso, eu acho que o nosso trabalho como roteiristas foi pegar o ponto final da primeira temporada e encontrar uma forma de levar a história, a partir daí, para um lugar inesperado”, definiu.

Os dois primeiros episódios da segunda temporada de Halo chegam ao Paramount+ em 8 de fevereiro, seguidos por capítulos semanais às quintas-feiras.

*O jornalista viajou a convite da Paramount. 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.