Pedro Pascal em The Mandalorian, série de Star Wars no Disney+

Créditos da imagem: The Mandalorian/Disney+/Divulgação

Séries e TV

Lista

Não é só nostalgia: Conheça os lançamentos do Disney+ inéditos no Brasil

Os filmes e séries originais da plataforma para quem quer novidade

Arthur Eloi
18.11.2020
13h25

Um ano após o lançamento nos Estados Unidos e alguns outros países, o Disney+ finalmente chegou ao Brasil na última terça (17). O grande atrativo para os fãs é o enorme catálogo de obras da empresa, de animações clássicas até as séries de TV do Disney Channel. Mas não é só de conteúdo já visto que funciona a plataforma, há também produções inéditas. Abaixo, listamos os filmes e seriados que estreiam no Brasil junto com o Disney+!

The Mandalorian

Facilmente a produção original mais aguardada da plataforma. The Mandalorian é a primeira série de TV live-action de Star Wars, e o primeiro sucesso de peso do Disney+. Enquanto a primeira temporada foi exibida em 2019 nos EUA, os brasileiros só recebem o seriado com o streaming, que traz o ano um completo e também os primeiros episódios da segunda temporada. Após a chegada, os capítulos inéditos serão lançados simultaneamente no Brasil e nos Estados Unidos.

Star Wars: The Clone Wars

Falando em Star Wars, o Disney+ também quer agradar os fãs das animações da franquia. The Clone Wars, que acompanha Obi-Wan e Anakin no período que se passa entre a trilogia dos prequels e a clássica, é uma das mais queridas do universo expandido. O programa foi originalmente exibido entre 2008 e 2014, mas em 2020 o serviço resgatou a animação para uma sétima e última temporada. Por enquanto, o catálogo brasileiro conta com apenas o primeiro episódio inédito.

Phineas e Ferb, o Filme: Candace Contra o Universo

Outra animação resgatada pelo Disney+ é Phineas e Ferb. Originalmente exibido entre 2007 e 2015, o desenho ganhou um filme inédito em agosto de 2020. A trama acompanha Candace, a irmã mais velha dos protagonistas, sendo sequestrada por alienígenas depois de ter seus alertas ignorados pela enésima vez. Enquanto Phineas e Pherb se unem ao vilão doutor Doofenshmirtz para o resgate, Candace assume o protagonismo para enfrentar alienígenas.

A Dama e o Vagabundo

A tendência da Disney de refazer seus clássicos em live-action continua mesmo fora dos cinemas. Em 2019, a empresa lançou direto no serviço uma nova versão de A Dama e o Vagabundo, clássico de 1955. Aqui, são usados cachorros reais, com voz de um elenco incrível, com nomes como Tessa Thompson (Thor: Ragnarok, Westworld), Justin Theroux (The Leftovers), Janelle Monáe (Homecoming), Benedict Wong (Doutor Estranho), entre muitos outros.

Soul

Como 2020 foi um ano complicado para os cinemas, a Disney optou por lançar alguns de seus filmes direto no streaming. Soul é um deles. O novo longa da Pixar conta a história de um músico (voz original de Jamie Foxx) que perdeu sua paixão pela música e é transportado para fora do corpo. Para voltar, ele precisa da ajuda de uma alma infantil que ainda está aprendendo sobre si mesma. Soul chega ao catálogo do Disney+ em 25 de dezembro.

Mulan

Mas antes de Soul pular o lançamento nos cinemas, foi Mulan que testou a estratégia. Um dos blockbusters do estúdio para 2020, o remake live-action da animação de 1998 saiu direto no Disney+. O longa reconta a lenda chinesa homônima e traz a atriz Liu Yifei no papel principal. Donnie Yen vive o mentor Tung e Jet Li interpreta o Imperador. Lá fora, o filme foi lançado em um modelo premium - sendo cobrado a parte da assinatura mensal -, mas ele chega ao Brasil em 4 de dezembro, como parte do catálogo padrão do serviço, sem custo adicional.

Hamilton

Algo que pode decepcionar os fãs originais de Mulan é a falta das músicas no remake live-action. Felizmente, quando se trata de musicais, o Disney+ não decepciona. Além dos vários clássicos, o streaming traz ao Brasil Hamilton, fenômeno da Broadway de 2016. O musical de Lin Manuel-Miranda (O Retorno de Mary Poppins, His Dark Materials) acompanha a trajetória de Alexander Hamilton, um dos fundadores dos Estados Unidos e figura vital para a história norte-americana, mas com um diferencial: todas as músicas são em ritmo de rap e hip-hop.

O musical não só alavancou a carreira de todo o elenco, como também venceu 11 Tony Awards (o Oscar dos musicais). A gravação da peça, com o elenco original, foi adquirida pela Disney por um valor astronômico de cerca de US$ 75 milhões, tornando-se a aquisição audiovisual mais cara da história. A ideia era passar a peça nos cinemas em 2021, mas esse plano deu lugar a um lançamento direto em streaming ainda em 2020 - e o resultado é um dos carros-chefes do serviço.

Black is King

Outro prato cheio para os fãs de música é Black is King, o enigmático álbum-visual de Beyoncé. A cantora pop já havia estreitado laços com a Disney quando dublou Nala no remake live-action de O Rei Leão (2019), e usou essa conexão para lançar na plataforma uma peça de arte interpretativa sobre raça, origem e orgulho.

High School Musical: The Musical: The Series

Já para quem sente saudades dos sucessos do Disney Channel, a plataforma traz um derivado de High School Musical em forma de série de TV. Repleto de metalinguagem, o seriado é ambientado em um universo em que os filmes de Kenny Ortega não só existem, como também inspiram uma produção de teatro colegial. Além de muita música - com faixas originais e releituras de hits da trilogia -, há também drama e muito bom humor. A série já foi renovada para a segunda temporada e fará homenagem a A Bela e a Fera em seus episódios inéditos. Assim como no caso de The Clone Wars, o catálogo brasileiro conta apenas com um episódio da série de High School Musical até o momento.

Sparkshorts

Os curtas da Pixar são quase tão famosos quanto os filmes em si. Para continuar a tradição e estimular a criatividade dos cineastas, a Disney criou o projeto Sparkshorts, que traz uma coletânea de curtas para o catálogo do streaming. Ao todo são seis animações inéditas, com equipes diferentes por trás de cada um.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.