Dave Chappelle em especial da Netflix

Créditos da imagem: Dave Chappelle em especial da Netflix (Reprodução)

Séries e TV

Notícia

CEO da Netflix Ted Sarandos assume erros ao lidar com caso Dave Chappelle

Executivo falou sobre ofensas do humoristas a comunidade LGBTQIA+

Pedro Henrique Ribeiro
20.10.2021
15h21

O co-CEO da Netflix Ted Sarandos falou sobre as falhas da empresa no caso do comediante Dave Chappelle, que ofendeu a comunidade LGBTQIA+ em seu especial para o streaming. 

"Obviamente, eu estraguei a comunicação interna. Eu deveria ter liderado com muito mais humanidade. Ou seja, eu tinha um grupo de empregados que definitivamente estavam sentindo a dor de uma decisão que nós tomamos. E eu acho que isso precisa ser reconhecido antes de qualquer coisa", disse ele a NBC.

A declaração do executivo vem um dia antes do protesto organizado por seus funcionários da empresa. A manifestação receberá o apoio de diversos astros queer de Hollywood. Angelica Ross (Pose), Jonathan Van Ness (Queer Eye), Eureka O’Hara (AJ and The Queen), Jameela Jamil (The Good Place), Sara Ramirez (Grey’s Anatomy), Colton Haynes (Arrow), TS Madison (Zola), Our Lady J (Pose), Alexandra Billings (Transparent) e Joey Soloway (United States of Tara) se juntarão aos trabalhadores da plataforma no ato desta quarta-feira (20) (via Variety).

A convocação ao ato, que acontecerá na sede da Netflix em Los Angeles, reforça que os funcionários envolvidos pedirão por mudanças na “ecologia social que os líderes da Netflix acham eticamente divertido e estabelecer políticas e regulamentos que protegem trabalhadores e consumidores”.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.