San Diego Comic Con

Artigo

Conheça a Dama de Ferro, a provável vilã do filme da Viúva Negra

Rachel Weisz foi confirmada como Melina

Mariana Canhisares
21.07.2019
15h25
Atualizada em
22.07.2019
17h54
Atualizada em 22.07.2019 às 17h54

Diferentemente do que se imaginava, o Treinador não deve ser o único vilão do filme solo da Viúva Negra. Tendo em vista a relevância da atriz Rachel Weisz, assim como a confirmação de que ela interpreta uma personagem chamada Melina, tudo leva a crer que ela seja ninguém menos que Melina Vostokoff, a Dama de Ferro, uma antagonista clássica das HQs da heroína.

Assim como a Viúva Negra, a Dama de Ferro originalmente era uma agente a serviço do governo russo. Embora fizessem parte do mesmo time, ela e Natasha nunca se deram muito bem. Ao longo dos anos, Melina desenvolveu um ódio pela colega de espionagem. Logo, quando eventualmente abandonou o serviço russo e se tornou uma assassina de aluguel, não foi um problema ser contratada para dar fim à vida de Natasha. Habilidosa no combate corpo a corpo, além de ser uma notável espiã, Melina chegou perto de cumprir sua missão, mas a S.H.I.E.L.D. apareceu em um momento crucial, obrigando a sua fuga.

Em termos de visual, a vilã usa uma armadura relativamente parecida com a usada pelo Homem de Ferro, embora não chegue aos pés do seu nível de complexidade e variedade de apetrechos. Seu traje metálico a protege não apenas de impactos, mas também de rajadas de energia. Vale notar que ele ainda potencializa a força dos seus golpes, funcionando como uma espécie de exoesqueleto.

Nos quadrinhos, a Dama de Ferro também fez parte de algumas equipes, sendo a mais importante as Femizonas. No grupo, ela era uma das tenentes de Superia, uma cientista e supervilã cujo principal objetivo era esterilizar o mundo e tentar construir uma nação exclusivamente feminina. Durante seu período no grupo, Melina ficou frente a frente com o Capitão América, um dos principais inimigos da equipe.

As intenções da Dama de Ferro no filme solo da Viúva Negra ainda são desconhecidos e, portanto, é muito cedo para identificar quais elementos dos quadrinhos de fato vão para o cinema. Claro, é improvável que as Femizonas cheguem às telas, justamente em um momento em que a Marvel começa a levantar a bandeira feminista. Porém, a escolha de uma vilã clássica das HQs parece um caminho interessante para honrar a história da Vingadora que se sacrificou pelo bem do universo no final de Ultimato.

A vilã pode servir como a porta de entrada para abordar os traumas psicológicos e físicos que a heroína de Scarlett Johansson sofreu nos seus tempos de KGB, temas que só foram brevemente mencionados em Era de Ultron. Em resumo, essa é a chance da Marvel finalmente tornar Natasha Romanoff uma personagem tridimensional.

Com direção de Cate Shortland (Lore) e roteiro de Jac Schaeffer, Viúva Negra é o filme que dá o pontapé para a fase 4 do MCU. Com estreia marcada para 1º de maio, a produção é ambientada entre Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita. Além de Johansson e Weisz, o elenco conta com David Harbour, Florence Pugh e O-T Fagbenle - veja quem é quem.

San Diego Comic-Con acontece entre 17 e 21 de julho. Acompanhe a cobertura completa do Omelete na nossa página especial, no Facebook, no Instagram, no Twitter e no YouTube.