Pearl Jam adia turnê de divulgação do disco Gigaton por causa do coronavírus

Créditos da imagem: Pearl Jam/Divulgação

Música

Notícia

Pearl Jam adia turnê de divulgação do disco Gigaton por causa do coronavírus

Banda de Seattle afirmou não ter encontrado outra solução para o problema

Nicolaos Garófalo
11.03.2020
00h35
Atualizada em
24.03.2020
12h02
Atualizada em 24.03.2020 às 12h02

Com o disco Gigaton prestes a chegar às lojas e serviços de streaming em 27 de março, o Pearl Jam anunciou nesta terça-feira (10) que adiará indefinidamente os 17 shows marcados do trecho norte-americano da turnê do novo disco por causa do coronavírus. A banda de Seattle alegou prezar pela segurança e saúde de seus fãs, que muitas vezes vêm de outras cidades e países para assistir as apresentações, além de afirmar que a doença tem causado efeitos assustadores em sua cidade natal.

O anúncio de adiamento foi feito no Instagram da banda. No comunicado, o Pearl Jam afirmou ter estudado outras opções além do adiamento da turnê, mas o risco de contaminação e a falta de informações claras transmitidas pelo governo dos Estados Unidos “em relação à segurança do povo e à nossa possibilidade de trabalhar” os influenciaram a tomar uma decisão mais extrema – veja o anúncio completo abaixo:

Ver essa foto no Instagram

As residents of the city of Seattle, we’ve been hit hard and have witnessed firsthand how quickly these disastrous situations can escalate. Our kids’ schools have closed along with universities and businesses. It’s been brutal and it’s gonna get worse before it gets better. So we are being told that being part of large gatherings is high on the list of things to avoid as this global health crisis is now beginning to affect all of our lives. Unfortunately, communing in large groups is a huge part of what we do as a band and the tour we’ve been busy planning for months is now in jeopardy... We have and will always keep the safety and well-being of our supporters as top priority. So it is with deep frustration and regret that we are forced to make this most unfortunate of announcements... This scheduled first leg of our PJ/Gigaton tour will need to be postponed and shows rescheduled for a later date. We’ve worked hard with all our management and business associates to find other solutions or options but the levels of risk to our audience and their communities is simply too high for our comfort level. Add to that we also have a unique group of passionate fans who travel far and wide. We’ve always been humbled by this and respect their energies and devotion. However in this case, travel is something to avoid. It certainly hasn’t helped that there’s been no clear messages from our government regarding people’s safety and our ability to go to work. Having no examples of our national health department’s ability to get ahead of this, we have no reason to believe that it will be under control in the coming weeks ahead. Again, here in Seattle what we are witnessing we would not wish for anyone. What we do wish for the rest of the country is that they can avoid the harsh negative effects of this and retain their sense of community and take care of one another. Just as we look forward to our next concerts and the ability to gather together and play loud songs as energized as ever. We are so sorry… And deeply upset.. If anyone out there feels the same based on this news, we share that emotion with you. - Ed & Pearl Jam

Uma publicação compartilhada por Pearl Jam (@pearljam) em

Gigaton, que será lançado em março, terá 12 faixas e será o primeiro trabalho do Pearl Jam produzido por Josh Evans, colaborador de nomes como Soundgarden e Chris Cornell. O último álbum da banda, Lightning Bolt, assim com a maioria dos discos do Pearl Jam, foi produzido por Brendan O'Brien

O álbum marcará o primeiro da banda em sete anos e tem lançamento marcado para 27 de março.

Efeito Coronavírus na cultura pop

COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como Pedro Coelho 2 007 - Sem Tempo Para Morrer tiveram suas estreias adiadas por causa do surto. Entenda como o Coronavírus impacta a cultura pop.