Pôster de A Menina Que Matou os Pais

Créditos da imagem: A Menina Que Matou os Pais/Divulgação

Filmes

Notícia

Filmes sobre caso Von Richthofen são adiados por causa do coronavírus

Estreias serão ainda em 2020, em data não definida

Pablo Raphael
12.03.2020
15h36
Atualizada em
24.03.2020
11h59
Atualizada em 24.03.2020 às 11h59

A Menina que Matou os Pais e O Menino que Matou Meus Pais, filmes sobre o caso Von Richthofen, tiveram o lançamento adiado por causa do surto do coronavírus, informou a distribuidora Galeria e a Santa Rita Filmes. Originalmente, os filmes chegariam ao cinema em 2 de abril e seriam exibidos em sessões alternadas.

Segundo o comunicado, as empresas estão acompanhando a evolução do cenário e, até o momento, mantêm a estreia dos longas em 2020, ainda sem data definida.

A produção dos filmes não têm nenhuma relação com Suzane Von Richthofen Daniel Cravinhos e se baseia inteiramente nos depoimentos que estão nos autos do processo. Com isso, eles não receberam dinheiro da produção e não receberão nada após o lançamento.

O longa terá direção de Maurício Eça (Apneia e Carrossel) e roteiro assinado por Illana Casoy, criminóloga, escritora e maior especialista em serial killers do Brasil, juntamente com Raphael Montes, escritor brasileiro de literatura policial. Leonardo Bittencourt vive Daniel, e a atriz Carla Dias assume o papel de Suzane. Anteriormente, ela afirmou que se inspirou em produções como Laranja Mecânica e O Silêncio dos Inocentes para atuar na produção.

Efeito Coronavírus na cultura pop

COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como Pedro Coelho 2, 007 - Sem Tempo Para Morrer Um Lugar Silencioso - Parte II tiveram suas estreias adiadas por causa do surto.