Danny DeVito pede que pessoas evitem sair às ruas por causa do coronavírus

Créditos da imagem: ABC/Twitter/Warner Bros./Divulgação

Filmes

Notícia

Danny DeVito pede que pessoas evitem sair às ruas por causa do coronavírus

“Quando você for ver, eu não estarei mais aqui”, disse o ator em vídeo

Nicolaos Garófalo
23.03.2020
20h49
Atualizada em
24.03.2020
09h54
Atualizada em 24.03.2020 às 09h54

Astro de It’s Always Sunny In Philadelfia e Batman: O Retorno, Danny DeVito compartilhou um vídeo nesta segunda-feira (23) em que pede para os moradores do estado de Nova York, nos Estados Unidos, para ficarem em suas casas e, assim, combaterem a propagação do coronavírus. Em seu comunicado, o ator afirmou que as pessoas mais jovens podem se tornar vetores do COVID-19, contaminando idosos e outros indivíduos de grupos de risco, colocando a vida de outras pessoas em perigo.

Quando você for ver, eu já não estou mais aqui”, disse DeVito, lembrando que a própria vida estaria em risco por causa da doença. “Então o governador [de Nova York, Andrew Cuomo] me pediu para pedir a vocês, por favor, todos nós, fiquem em casa” – confira o comunicado completo abaixo:

Efeito Coronavírus na cultura pop

O COVID-19 é uma nova mutação da família coronavírus que está se espalhando em ritmo alarmante desde dezembro de 2019. A China foi o primeiro país vítima da epidemia, com infecções e mortes confirmadas em todas as suas províncias. Desde então, a presença do vírus foi confirmada em quatro continentes - incluindo a América do Sul, com casos no Brasil, Argentina e Chile.

Filmes como Pedro Coelho 2 e 007 - Sem Tempo Para Morrer tiveram suas estreias adiadas por causa da pandemia. Entre 13 e 15 de março, os Estados Unidos registraram sua pior arrecadação em 20 anos nas bilheterias