Laerte Coutinho

Créditos da imagem: Divulgação

HQ/Livros

Notícia

Laerte Coutinho deixa a UTI e segue tratando Covid-19 em hospital em São Paulo

Cartunista será transferida para um quarto do InCor

A cozinha
28.01.2021
15h01
Atualizada em
28.01.2021
17h29
Atualizada em 28.01.2021 às 17h29

Laerte Coutinho deixará a UTI do InCor (Instituto do Coração), em São Paulo, onde está internada com Covid-19, e será transferida para o quarto. A informação foi divulgada pela assessoria de imprensa do hospital, que citou a melhora no quadro clínico da artista como justificativa para sua transferência.

"A cartunista Laerte Coutinho, 69, será transferida da UTI Respiratória para o quarto, na tarde desta quinta-feira (28), onde permanecerá em tratamento medicamentoso, cateter de oxigênio e fisioterapia respiratória, sob cuidados da equipe médica coordenada pelo Dr. Carlos Carvalho", diz o comunicado.

A cartunista havia anunciado em seu Twitter na última sexta (22) que havia contraído a doença, mas que estava sob cuidados e evoluindo de forma satisfatória. Aos seguidores, ela agradeceu o carinho e pediu cuidados: "Vocês, máscaras, mãos lavadas e o possível de isolamento", escreveu. Na noite de segunda (25), seu quadro piorou e ela foi transferida para a UTI do InCor, onde está internada desde o dia 21.

Laerte se formou em desenho em 1968 e, no ano seguinte, ingressou na faculdade de jornalismo da Universidade de São Paulo, mas não chegou a terminar o curso. O início de sua carreira como desenhista aconteceu em 1970, com o personagem Leão para a revista Sibila. De lá para cá, a artista multifacetada coleciona trabalhos em veículos importantes: além do Pasquim e do Bicho, ela também assinou charges e tirinhas para o Estado de São Paulo e a Folha de São Paulo, bem como as revistas Piratas do Tietê e Labirinto do Minotauro.

Na TV, Laerte atuou como roteirista e colaborou para programas de sucesso da TV Globo, entre eles TV Pirata e Sai de Baixo. A artista também contribuiu para o programa infantil que conquistou as crianças dos anos 1990, a TV Colosso. Como apresentadora, esteve à frente do Transando com Laerte, exibido no Canal Brasil. Já no cinema, participou do curta Vestido de Laerte, de Claudia Priscila e Pedro Marques, e do documentário Laerte-se, de Lygia Barbosa e Eliane Brum.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.