Robbie Ryan e Emma Stone no set de Pobres Criaturas

Créditos da imagem: Searchlight Pictures/Divulgação

Oscar

Entrevista

Pobres Criaturas | Indicado ao Oscar, diretor de fotografia não liga para prêmio

“O Leão de Ouro é o principal prêmio para mim. É ladeira abaixo a partir daí”, afirmou ao Omelete

Omelete
2 min de leitura
28.01.2024, às 10H00
ATUALIZADA EM 07.02.2024, ÀS 11H50
ATUALIZADA EM 07.02.2024, ÀS 11H50

Quando Pobres Criaturas teve sua primeira exibição no Brasil, durante o Festival do Rio no ano passado, as indicações ao Oscar 2024 eram apenas apostas — muito prováveis, como se comprovou, com o filme de Yorgos Lanthimos aparecendo em 11 categorias, mas ainda assim apostas. Já naquela ocasião, o reconhecimento da Academia não parecia importar muito para o diretor de fotografia Robbie Ryan. "O fato de Pobres Criaturas ter ganhado o Leão de Ouro em Veneza... esse é o principal prêmio, para mim. É ladeira abaixo a partir daí", afirmou ao Omelete, sem conseguir conter o riso.

“Infelizmente é uma questão política, porque [a indicação] depende de qual filme tem mais promoção”, analisou. “Olhando em retrospecto os filmes que são indicados todos os anos ao Oscar, provavelmente o único que eu penso que foi uma escolha pouco comum de Direção de Fotografia foi O Farol. Ele não foi indicado a mais nada, mas foi tão bem filmado que eles tiveram que indicá-lo por isso”.

“Esse é o único jeito de furar a bolha e ser escolhido pelo Oscar”, continuou. “Ironicamente, [O Farol] foi um filme bem-sucedido, então houve mais promoção. Ainda assim, eles não conseguiram outras indicações”.

Mesmo sem esconder seu pouco caso com a premiação, o trabalho de Ryan em Pobres Criaturas foi reconhecido pela Academia, e o diretor de fotografia agora disputa a estatueta com Edward Lachman (O Conde), Rodrigo Prieto (Assassinos da Lua das Flores), Matthew Libatique (Maestro) e Hoyte van Hoytema (Oppenheimer). No entanto, se dependesse de Ryan, outros nomes apareceriam nessa lista.

"Esse ano tivemos muitos filmes bons", disse, em outubro. “Sou sempre atraído por produções gravadas em filme e esse ano eu realmente gostei do filme da Alice Rohrwacher, La Chimera. E teve outro filme, chamado Terra de Deus, que eu adorei. É um filme islandês que também não acho que você verá no Oscar.”

Ambas as produções tiveram diretoras de fotografias: Hélène Louvart foi a DP de La Chimera, enquanto Maria von Hausswolff é a responsável por Terra de Deus. Infelizmente só este último está disponível no Brasil, no catálogo da Filmicca.

Pobres Criaturas, colaboração mais recente de Robbie Ryan com o diretor Yorgos Lanthimos, chega aos cinemas nesta quinta (2). A produção adapta o livro homônimo de Alasdair Gray, que narra a história de Bella Baxter, uma jovem trazida de volta à vida graças a um cientista e seus métodos controversos.

Ainda em 2024, Lanthimos e Ryan devem lançar outro título, Kind of Kindness longa anteriormente intitulado AND—, estrelado por Emma Stone, Willem Dafoe, Margaret Qualley e Jesse Plemons. Por enquanto, a data de lançamento não foi divulgada.

 

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.