Filmes

Artigo

Oscar | Chris Rock e Steve Martin zoam duração de O Irlandês em discurso

Dupla introduziu primeira categoria brincando com os atores presentes na premiação

Arthur Eloi
09.02.2020
22h17
Atualizada em
09.02.2020
22h54
Atualizada em 09.02.2020 às 22h54

Chris Rock e Steve Martin abriram o Oscar 2020 e introduziram a primeira categoria, mas não sem antes aproveitar para zoar quem estava ali presente.

A dupla aproveitou para brincar com Jeff Bezos, CEO da Amazon, falando de seu recente divórcio - “ele deve ter achado que História de um Casamento era uma comédia!” -, e também ironizaram a duração de O Irlandês, falando para Martin Scorsese: “adorei a primeira temporada”, aos risos do público. Rock e Martin também deram alfinetadas na falta de diretoras e diversidade da premiação. Veja um trecho abaixo:

Os dois também alfinetaram a Academia pela falta de diversidade nas categorias de atuação. Rock contou que nem sempre foi permitido a nomeação de atores negros e, em tom irônico, comemorou a evolução: "agora temos uma!", disse fazendo referência a Cynthia Erivo, concorrendo pelo filme Harriet.

Com um monólogo de abertura tão divertido, a cerimônia parece não sentir tanto a ausência de um apresentador único. Ainda assim, o texto ácido e brincalhão nos faz torcer para que Rock e Martin voltem a colaborar em uma premiação futura.

A 92ª edição do Oscar acontece neste domingo (9) em Los Angeles e Coringa lidera em número de indicações, concorrendo a 11 prêmios; veja a lista completa de indicados. A cobertura completa você acompanha no Omelete: no site, nas redes sociais (Twitter, Instagram e Facebook) e no Youtube.