Cena de Pinóquio, de Guillermo Del Toro

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Filmes

Notícia

Pinóquio, stop-motion de Guillermo del Toro na Netflix, revela novas imagens

Fotos mostram Gepeto, o menino de madeira e mais personagens do conto de fadas

Omelete
3 min de leitura
Eduardo Pereira
14.06.2022, às 13H16

A Vanity Fair revelou, com exclusividade, novas imagens oficiais de Pinóquio, adaptação em stop-motion do célebre conto de fadas que Guillermo del Toro (A Forma da Água) desenvolveu junto à Netflix. As imagens mostram mais de personagens como Gepeto (David Bradley), Pinóquio (Gregory Mann), Sebastian J. Cricket (Ewan McGregor), o maldoso Conde Volpe (Christoph Waltz) e o autoritário e opressor podesta (Ron Perlman). Veja na galeria abaixo.

Além disso, o próprio Del Toro revelou muitas das adaptações que fez ao texto original de Pinóquio, publicado em 1883 por Carlo Collodi. "Sempre fui intrigado pelos elos entre Pinóquio e Frankenstein", afirmou o cineasta. "Eles são ambos crianças que acabam sendo arremessadas no mundo. Ambas criadas por uma figura paterna que então espera que eles saibam o que é bom, mal, as éticas e morais, amor, vida e tudo que é essencial, sozinhos. Eu acho que isso foi, para mim, a infância. Você tinha de aprender mesmo com uma experiência limitada".

Apesar da inspiração monstruosa, essa nova versão de Pinóquio foi pensada para falar com todas as idades. "Para mim, isto é tanto para crianças quanto para adultos que se comunicam entre si. Ele lida com ideias muito profundas do que nos faz humano", diz del Toro. Uma dessas grandes mudanças está na concepção de Pinóquio enquanto um menino "de verdade", algo que para o cineasta não depende de ser fisicamente um humano. "É essencial confrontar a ideia de que você tem de virar de carne e osso para ser realmente humano. Tudo que precisa é se comportar como um. Eu nunca vi a transformação como essencial para você ganhar amor".

Dirigiro ao lado de Mark Gustafson, o diretor de animação de O Fantástico Senhor Raposo (2009), Pinóquio será um "filme sobre um boneco com bonecos", frisa del Toro. A ideia é disntanciá-lo da adaptação em live-action que a Disney produz para o clássico de animação do próprio estúdio, de 1940. Situado na Itália entre a I Guerra Mundial e a II Guerra Mundial, o stop-motion pensado por Del Toro coloca o boneco-título em uma realidade dominada pelo fascismo e pelo autoritarismo. Romper com isso é parte das mudanças que virão nessa nova adaptação.

"Muitas dessas fábulas parecem, para mim, a favor da obediência e da domesticação da alma", observou del Toro. "Mas a inocência cega não é uma virtude. A virtude que Pinóquio tem é da desobediência. Em um momento em que todos são marionetes, ele não é. Essas são as coisas interessantes para mim. Eu não quero contar de novo a mesma história. Eu quero contá-la à minha maneira, como eu entendo o mundo".

Finn Wolfhard, Cate Blanchett, John Turturro, Ron Perlman, Tim Blake Nelson, Burn Gorman, Christoph Waltz e Tilda Swinton completam o elenco de Pinóquio, que tem estreia prevista para dezembro de 2022, na Netflix.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

 

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.