O Legado de Júpiter

Créditos da imagem: Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

Netflix libera elenco de O Legado de Júpiter de seus contratos

Série será “expandida” com live-action de Supercroocks

Nico Garófalo
02.06.2021
19h52
Atualizada em
02.06.2021
20h06
Atualizada em 02.06.2021 às 20h06

Primeira adaptação do Millarworld para a Netflix, O Legado de Júpiter não terá uma segunda temporada. A plataforma dispensou todos os atores do elenco de suas obrigações contratuais, embora não descarte retornar ao título com um outro formato. A informação foi confirmada por Mark Millar, criador da HQ que deu origem à série, em um comunicado divulgado em suas redes sociais.

O quadrinista afirmou estar “confiante que voltaremos a Legado de Júpiter em algum momento”. Millar também revelou que a Netflix oficializou uma adaptação em live-action de Supercroocks, HQ de Millar e Leinil Francis Yu focada nos vilões do Millarworld. Por enquanto, não há nenhuma confirmação se, como nos quadrinhos, os personagens de O Legado de Júpiter aparecerão na nova série. A produção não afetará o já anunciado anime baseado no gibi, que deve estrear ainda em 2021.

De acordo com Millar, a “difícil decisão” de liberar os atores permite explorar o “rico e vasto espaço” do universo da franquia do Millarworld. Confira o comunicado completo do quadrinista:

Estou muito orgulhoso pelo que nossa equipe conquistou em O Legado de Júpiter e pelo trabalho incrível que todos fizeram nessa temporada de origem. Já me perguntaram muito sobre o que estamos planejando para este mundo e a resposta é ver o que os super-vilões estão fazendo. Sempre adorei histórias de crime, de [Martin] Scorsese a [Quentin] Tarantino, e os supervilões são sempre a parte mais divertida de qualquer história de super-herói. Fazer algo exclusivamente focado nos vilões contra os quais eles lutam parece incrivelmente novo enquanto exploramos o que é ser um cara mau em um mundo repleto de mocinhos que querem te colocar na prisão. O Legado de Júpiter é para mim um espaço rico e vasto com muitos personagens e por isso estou feliz em compartilhar que nosso próximo passo é uma versão live-action de Supercrooks, que criei com Leinil Francis Yu alguns anos atrás. Pensando aonde vamos a seguir, tomamos a difícil decisão de deixar nosso incrível elenco fora de seu compromisso com a série, enquanto continuamos a desenvolver cuidadosamente todos os domínios da saga de O Legado de Júpiter. Estamos confiantes de que voltaremos a ele mais tarde e queremos apenas agradecer vocês por seu apoio constante e ao elenco e equipe que fizeram isso ficar tão bom

Originalmente publicada em 2013 nos Estados Unidos, O Legado de Júpiter faz parte do Millarworld - o selo de HQs escritas por Mark Millar - e acompanha os filhos dos maiores super-heróis da história tentando viver à altura de seus pais, embora vivam em um mundo cada vez mais complexo.

Com um elenco formado por Josh Duhamel, Leslie Bibb, Ben Daniels, Elena Kampouris, Andrew Horton, Mike Wade e Matt Lanter, a primeira temporada de O Legado de Júpiter já está disponível na Netflix.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.