Jonathan Groff em Mindhunter, da Netflix

Créditos da imagem: Mindhunter/Netflix/Divulgação

Netflix

Notícia

Mindhunter não deve ganhar 3ª temporada, diz David Fincher

Criador afirma que a audiência não compensa o alto custo da produção

Arthur Eloi
23.10.2020
14h04
Atualizada em
23.10.2020
14h55
Atualizada em 23.10.2020 às 14h55

Mindhunter não deve ganhar uma terceira temporada. O criador David Fincher afirmou que, pelo custo da produção comparado com a audiência, a série não deve ter mais episódios.

Olha, pelo público que teve, era uma série bem cara”, falou para a Vulture [via Collider]. “Até discuti [com a Netflix] algo como ‘Termine Mank e veja como você se sente’, mas honestamente não sinto que conseguiríamos fazer isso por menos do que eu fiz na segunda temporada. Em certo ponto, é preciso ser realista que o valor de investimento precisa igualar o de espectadores.

O futuro de Mindhunter não parece promissor desde a chegada da segunda temporada, em agosto de 2019. Pouco após os episódios inéditos, os atores Jonathan Groff, Anna Torv e Holt McCallany foram liberados de seus contratos para buscar outras oportunidades, indicando que novos episódios não seriam produzidos tão cedo. Groff, inclusive, que vive o protagonista Holden Ford, já foi escalado para o elenco de Matrix 4.

Fincher, por sua vez, mergulhou no desenvolvimento de Mank, seu filme na Netflix sobre os bastidores de Cidadão Kane. O longa ganhou trailer recentemente, e chega ao catálogo do streaming e aos cinemas em dezembro - assista aqui.

Agora, parece que Fincher bateu de vez o prego no caixão de Mindhunter. O argumento da baixa audiência da série faz sentido, apesar de não poder ser comprovado, já que a Netflix não divulga dados de suas obras. De qualquer forma, o cineasta sempre se mostrou empolgado com o projeto, tendo inicialmente planejado até cinco temporadas.

As duas temporadas de Mindhunter estão disponíveis no catálogo da Netflix.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.