Netflix

Notícia

Expresso do Amanhã | Teaser da 2ª temporada introduz Sean Bean ao elenco

Ator de Game of Thrones viverá personagem importante do universo da obra

Arthur Eloi
13.07.2020
12h00
Atualizada em
13.07.2020
12h00
Atualizada em 13.07.2020 às 12h00

A segunda temporada de Expresso do Amanhã teve seu primeiro teaser divulgado, que mostra a introdução de Sean Bean (Game of Thrones, O Senhor dos Anéis) ao elenco. Veja acima.

A descrição de seu personagem contém possíveis spoilers, então prossiga com cuidado! Bean viverá Wilford, o enigmático criador do trem e fundador da Wilford Industries. Seu nome já foi citado várias vezes durante a primeira temporada, mas o inventor ainda não havia dado as caras, e era presumido como morto. O personagem também apareceu no filme de Bong-Joon Ho, de 2013, onde foi vivido por Ed Harris (Westworld).

A segunda temporada de Expresso do Amanhã foi garantida pela TNT, emissora original, antes mesmo da estreia do primeiro ano. O seriado é distribuído internacionalmente pela Netflix, que conta com a primeira temporada no catálogo. Ainda não há previsão de estreia para o novo ano.

A trama, ambientada em um mundo pós-apocalíptico, mostra uma nova era do gelo causada por um experimento fracassado que tinha como objetivo parar o aquecimento global e acabou exterminando quase toda a vida do planeta. Os únicos sobreviventes vivem em um trem chamado Snowpiercer. Sem destino definido, o trem divide os passageiros por classes sociais em cada vagão - mas nem todos estão satisfeitos com seu destino e uma revolução se aproxima. O elenco conta com Daveed Diggs (Black-ish, Hamilton: An American Musical), que vive Layton, um prisioneiro que junta-se ao motim do trem com certo receio e Jennifer Connelly, que será Melanie Cavill, uma passageira da primeira classe que atua como a Voz do Trem - responsável por fazer anúncios diários aos demais passageiros pelo sistema de som.

Essa é a segunda adaptação da HQ O Perfuraneve. Em 2013, Chris Evans estrelou o longa Expresso do Amanhã, de Bong Joon-ho que, apesar do sucesso de crítica, não foi bem nas bilheterias.