Mr. Anderson, vida fora da Matrix: as revelações do trailer de Resurrections

Créditos da imagem: Jonathan Groff em cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

Filmes

Artigo

Mr. Anderson, vida fora da Matrix: as revelações do trailer de Resurrections

Segunda prévia do filme de Lana Wachowski entregou bem mais pistas e detalhes da trama

Caio Coletti
07.12.2021
10h58

Lançado ontem (6), o segundo trailer de Matrix Resurrections chegou explodindo a mente dos fãs da franquia ao revelar bem mais sobre a trama do que os materiais promocionais anteriores do filme de Lana Wachowski

Mas o que exatamente descobrimos (ou achamos que descobrimos) sobre Matrix Resurrections, que chega aos cinemas em 22 de dezembro, nessa prévia? Confira na lista abaixo:

O novo Smith

Jonathan Groff em cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

O destaque absoluto deste novo trailer foram as cenas de Jonathan Groff, que basicamente confirmam que seu personagem é uma nova encarnação do agente Smith (Hugo Weaving), grande vilão da trilogia original. Vemos Groff lutando contra Neo (Keanu Reeves), sim, mas o que entrega mesmo sua identidade é uma cena em que ele aparece reproduzindo ao pé da letra um discurso de Smith dos filmes originais.

Ah, e tem também o momento em que Groff é visto berrando “Mr. Anderson!” para Neo - o nome pelo qual Smith insistia em chamar o protagonista, contra a própria vontade dele.

MAIS "DÉJÀ VU”

Cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

Não é só entre Groff e Weaving que o trailer faz paralelos, no entanto. O vídeo de quase 3 minutos está cheio de cenas da trilogia clássica Matrix entrecortadas com trechos de Resurrections. A narração de Morpheus (Yahya Abdul-Mateen II) entrega: Não conseguimos vê-los… Mas estamos todos presos dentro desses loops estranhos e repetitivos”.

Assim, Neo vê Trinity (Carrie Anne-Moss) se afastando dele e se lembra de um momento similar dos filmes antigos; observa Groff com a boca quase inteiramente tampada por pele em crescimento e se lembra da vez que Smith fez o mesmo com ele; estende a mão para tocar um espelho e revê uma cena antiga em que faz um gesto parecido; e se vê ajoelhado em meio à chuva com uma arma apontada para a sua cabeça, exatamente como no clímax do filme original.

Isso sem nem contar as cenas em que os personagens de Resurrections simplesmente assistem o Matrix de 1999, projetado em grandes telas na parede. Tudo culmina no momento em que o protagonista abre os olhos e se vê em um espaço totalmente branco e vazio. “Eu me lembro disso”, diz Neo, remetendo à cena em que Morpheus (Laurence Fishburne) o mostrou a Matrix pela primeira vez.

DO LADO DE FORA

Keanu Reeves em cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

Depois de toda essa brincadeira conceitual em torno das repetições dentro da Matrix, o trailer de Resurrections “pula” de volta para o mundo real, onde vemos um Neo careca encontrando-se com a velha amiga Niobe (Jada Pinkett Smith, relembre a personagem aqui). Também vemos cenas da gigantesca planta de energia onde as máquinas usam os humanos para alimentarem seu funcionamento, e um confronto épico entre elas e as forças humanas, remanescente do clímax de Revolutions.

É a primeira vez que vemos o mundo fora da simulação nos materiais promocionais de Resurrections, o que confirma todo um outro lado do filme que estava escondido até agora. A resistência humana contra as máquinas parece estar firme e forte.

“SALTO DE FÉ”

Assim como, na trilogia original, o poder de voar simbolizava a quebra definitiva da ilusão da Matrix para o indivíduo que realmente aceitava o status dela como uma simulação de computador, Resurrections parece fascinado por imagens de seus protagonistas dando “saltos de fé” do telhado de prédios.

Primeiro, vemos Neo andando calmamente até a beirada de um edifício, enquanto uma multidão desesperada de programas tenta “salvá-lo”. Depois, o casal Neo e Trinity também é visto em um telhado de prédio, sendo confrontado por forças militares da Matrix e eventualmente pulando lá do alto, ao pôr-do-Sol.

TRINITY PROTAGONISTA?

Cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

Ela acreditou em mim. É minha vez de acreditar nela”, diz Neo em certa altura do trailer, dando a entender que é Trinity quem tem a “jornada do herói” dessa vez. A prévia, de fato, implica que o impulso para a história do filme é a libertação de Trinity da Matrix.

Vemos o corpo desacordado da personagem de Carrie Anne-Moss do lado de fora da simulação, indicando que ela de fato sobreviveu ao acidente no final de Revolutions. No clímax do trailer, ela diz a Neo que teve um sonho com ele, que acabava exatamente onde os dois estavam naquele momento.

Embora seja uma figura tão icônica da franquia quanto Neo, Trinity nunca foi exatamente uma coprotagonista em Matrix - sua função era mais ilustrar os temas de crença e amor que permeiam a obra das Wachowski do que ter, de fato, um arco próprio. É bacana ver isso mudar em Resurrections.

PLANEJE SER SURPREENDIDO

Jessica Henwick em cena de Matrix Resurrections (Reprodução)

Apesar de todas essas dicas e especulações, a fala mais reveladora de todo o trailer pertence a Bugs (Jessica Henwick): “Talvez essa não seja a história que achamos ser”. Entrar em um filme das Wachowski com uma expectativa muito rígida e a noção de que já sabemos o que vai acontecer nunca é uma boa ideia, e Resurrections promete muitas surpresas pelo caminho.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.