Imagem de X-Men: A Série Animada

Créditos da imagem: Fox/Divulgação

Séries e TV

Notícia

Criadores da animação dos X-Men e Stan Lee tinham visões diferentes para a série

Quadrinista esperava que programa se aproximasse mais da origem dos personagens nas HQs

Nicolaos Garófalo
26.06.2020
23h17

Embora a animação dos X-Men transmitida nos 1990 seja vista por muitos fãs como a adaptação definitiva dos mutantes, a versão que chegou às telinhas poderia ter sido bem diferente se dependesse de Stan Lee. Um dos maiores nomes da indústria, o quadrinista se envolveu diretamente no desenvolvimento do programa e esperava que os criadores Julia e Eric Lewald adaptassem a fase inicial do grupo nas HQs, concebida por Lee e Jack Kirby. A dupla, no entanto, preferiu abordar a consagrada fase liderada por Chris Claremont e Len Wein (A Saga da Fênix Negra).

Quando ele escreveu os X-Men, eles eram crianças norte-americanas, muito mais adolescentes extraordinários do que os adultos cansados ​​do mundo que pegamos [de Claremont e Wein]” contou Lewald ao canal Aznfunk Comics. “Tivemos um pouco de conflito em relação a isso”.

Segundo os criadores, eles deixaram a escolha de qual caminho seguir nas mãos da Fox, que produziu a animação. “Poderia ter sido de outro jeito. Eu poderia estar na rua e a série X-Men poderia ter sido contada por Stan Lee”.

X-Men foi transmitida ao longo de 5 temporadas e adaptou alguns dos arcos mais importantes da história do grupo mutante. Além disso, a animação popularizou ainda mais personagens como Gambit, Vampira e Jubileu.