Ms. Marvel

Créditos da imagem: Marvel Studios/Divulgação

Séries e TV

Artigo

Ms. Marvel | Diretores comentam identificação com história de Kamala Khan

Adil El Arbi e Bilall Fallah afirmam ter se divertido até demais comandando nova série do MCU

Omelete
4 min de leitura
Nico Garófalo
09.06.2022, às 17H07

Quem assistiu à estreia de Ms. Marvel percebe de cara o carinho e envolvimento que elenco e equipe levaram à nova série do Disney+. A produção, centrada em Kamala Khan (Iman Vellani), traz para o MCU uma das personagens de maior sucesso da Marvel nos últimos anos e a grandeza da heroína não passou batida por Adil El Arbi e Bilall Fallah, diretores do episódio do programa. Belgas descendentes de marroquinos, a dupla revelou em coletiva de imprensa que se identificou bastante com a garota dos quadrinhos de G. Willow Wilson e Adrian Alphona e que, ao saber que o Marvel Studios estava desenvolvendo a série, se prontificou para fazer parte do projeto. “Nos encontramos com o grande Kevin Feige e dissemos ‘aê, não podemos ficar fora dessa’”, contou El Arbi.

Os cineastas, então recém-saídos do sucesso de Bad Boys Para Sempre, viram a ida para o MCU como um passo natural após comandarem o filme de maior bilheteria de 2020. “A gente brincava ‘ai, se for para fazer uma série da Marvel, tem que ser com um personagem muçulmano’”, seguiu El Arbi. “Nós não sabíamos que isso realmente já existia. Foi assim que descobrimos a Ms. Marvel”.

Assim como Kamala, El Arbi e Fallah também cresceram em um país com uma cultura diferente da de sua família. Essa semelhança ajudou a dupla a se conectar com a personagem mais profundamente - e foi um incentivo extra para comandarem Ms. Marvel. “Nós somos marroquinos-belgas, então, aos 15, 16 anos, também estávamos buscando nossas identidades, nosso lugar no mundo. Somos muçulmanos marroquinos? Somos belgas? Nos identificamos muito com a crise de identidade da Kamala”.

Presidente do Marvel Studios, Kevin Feige confessa que ficou surpreso ao saber que El Arbi e Fallah desejavam fazer parte do desenvolvimento de Ms. Marvel. “[Bad Boys Para Sempre] foi um sucesso gigantesco, elogiado pela crítica e pelo público e maior arrecadação de 2020 (...) Quando o nome deles foi sugerido, falei ‘e eles vão querer fazer uma série com a gente? Eles podem fazer o que quiserem depois do maior filme do ano’. Mas eles queriam e dá para sentir a paixão [deles], que está presente em toda a série”.

Crianças em uma loja de brinquedos

Embora não tivessem muito contato especificamente com a Ms. Marvel antes de entrarem na série, El Arbi e Fallah não escondem que são apaixonados pela cultura pop - o que causou algumas distrações durante as gravações. “Foi uma verdadeira honra entrar para o MCU, um sonho realizado”, contou Fallah. “Algumas vezes nós parecíamos crianças no set e os produtores precisavam chegar na gente e dizer ‘venha aqui e dirija [a cena]”.

A principal responsável por manter a dupla na linha foi Sana Amanat, co-criadora de Kamala Khan e produtora de Ms. Marvel. “Arrastei muito eles pela camisa dizendo ‘ok, meninos, a câmera é por aqui’”, lembra a editora da Marvel Comics. “Eles e a Iman na cena da VingaCon pareciam crianças correndo soltas por aí”.

Uma vez perguntaram para o Bilall qual foi a parte favorita dele do set de Ms. Marvel e ele respondeu ‘foi quando estávamos filmando a VingaCon e o Kevin Feige levou a gente para o set de [Homem-Aranha: Sem Volta Para Casa] e nós vimos os três Aranhas’ e eu fiquei ‘essa não foi a pergunta’”, lembra Amanat.

Nós ficamos rindo o tempo todo”, conclui El Arbi, deixando claro, mais uma vez, o quanto ele e Fallah se divertiram ao recontar a história de Kamala Khan para o grande público.

Ms. Marvel será nossa apresentação a Khan, uma adolescente paquistanesa-americana que passou a vida em Jersey City, em New Jersey. Mega fã de super-heróis e muito criativa, ela sente que não se encaixa na escola e às vezes até mesmo dentro de casa.

No entanto, um dia tudo muda, e ela obtém superpoderes como os heróis que sempre admirou. Ms. Marvel está disponível pelo Disney+ e tem novos episódios lançados toda quarta-feira.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no YouTube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.