Loki: Os principais easter eggs do segundo episódio da série da Marvel

Créditos da imagem: Reprodução

Séries e TV

Lista

Loki: Os principais easter eggs do segundo episódio da série da Marvel

Produção do Disney+ trouxe referências ao passado do deus da trapaça e às HQs

Caio Coletti
16.06.2021
10h29

O lançamento do segundo episódio de Loki no Disney+, na madrugada de hoje (16), trouxe uma nova leva de easter eggs para os fãs destrincharem. Desta vez, referências ao passado do deus da trapaça dentro do MCU, além de acenos para elementos dos quadrinhos da Marvel, dominaram a conversa nas redes sociais.

E se Loki tivesse puxado o pai?

Reprodução

Logo no começo do episódio, enquanto várias variantes aparecem em formato de holograma, uma das que mais chama a atenção é um Loki de pele azul - sem dúvida uma referência à herança genética do deus da trapaça, cujo pai ne verdade é um Gigante de Gelo, espécie que habita o reino de Jötunheim, como descobrimos no primeiro Thor, de 2011.

A arma favorita

Mais para o fim do capítulo, quando está prestes a embarcar em sua segunda missão, Loki quase recupera a sua arma favorita - mais especificamente, a dupla de adagas que ele usa desde o começo do MCU. O agente Mobius tenta entregar as lâminas para ele, mas a sempre precavida B-15 impede que isso aconteça.

Saudades, Thor: Ragnarok

Quando Loki está lendo sobre a destruição de Asgard nos arquivos da AVT, podemos ver claramente que um pedaço do relatório cita o codinome do time de "heróis" que apareceu para salvar o dia em Thor: Ragnarok: os Revengers, batizados por Thor - nome que é essencialmente uma piada com Avengers, o título em inglês dos Vingadores.

Eles de novo!

Em 2050, Loki e os agentes da AVT encontram os sobreviventes de uma catástrofe natural abrigados em uma loja de departamentos batizada de Roxxcart. O nome é uma referência óbvia à Roxxon Energy Corporation, um conglomerado industrial que está por trás de tramas vilanescas tanto nas HQs da Marvel quanto no MCU - suas aparições na série Manto e Adaga e no filme Homem de Ferro 3 são especialmente memoráveis.

Magia de volta

Em suas primeiras viagens no tempo, o deus da trapaça não utiliza a sua magia, embora possa fazer isso - o bloqueio aos poderes de Loki só funciona dentro da sede da AVT, afinal. Ao chegar em 2050, no clímax do episódio, o protagonista resolve usar suas habilidades pela primeira vez na série, e é só para secar as próprias roupas depois de tomar chuva!

Cultura viking em dia

Em certo ponto do episódio, Loki cita um antigo ditado asgardiano para seus novos colegas de trabalho: "Onde as orelhas do lobo estão, os dentes do lobo estão por perto". A frase é, de fato, retirada da cultura nórdica - mais especificamente, da Saga dos Volsungos, um épico datado do século XIII.

Não era a Nat!

Reprodução

Lembra da loucura que foi quando o primeiro trailer de Loki saiu e, em uma cena, o personagem apareceu sentado ao lado de uma loira misteriosa? Muita gente achou que seria Natasha Romanoff, a Viúva Negra - afinal, ela estava com esse corte de cabelo em Vingadores: Ultimato. Como descobrimos no final do novo episódio, trata-se de uma personagem diferente.

É você, Kang?

Reprodução

A cena da discussão de Mobius com sua chefe, Ravonna Renslayer, no escritório dela, dá muito destaque às estátuas dos Guardiões do Tempo que enfeitam o aposento. A estátua do meio, especialmente, tem um visual bem parecido com o do vilão Kang, o Conquistador - que já teve sua entrada no MCU confirmada, na pele do ator Jonathan Majors (Lovecraft Country). A estreia dele será oficialmente em Homem-Formiga 3, mas será que veremos um pouquinho de Kang em Loki?

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.