Fim do scan? Polícia japonesa prende suspeitos de vazarem mangás da Shonen Jump

Mangás e Animes

Notícia

Fim do scan? Polícia japonesa prende suspeitos de vazarem mangás da Shonen Jump

Investigação leva a crer que criminosos violaram lei de direitos autorais

Omelete
2 min de leitura
05.02.2024, às 13H38

A polícia da província de Kumamoto, no Japão, prendeu dois suspeitos de violarem a lei de direitos autorais do país por supostamente vazarem imagens de mangás da Shonen Jump antes de seu lançamento. As informações são da NHK.

De acordo com uma investigação da Sede da Polícia da Província de Kumamoto, em março do ano passado, os dois suspeitos postaram as artes na internet sem permissão os dados de imagem de um popular mangá serializado na revista Weekly Shonen Jump, da Shueisha, alguns dias antes de seu lançamento. A dupla teria repetido o crime no último dia 31, ao revelar imagem inédita de um mangá cinco dias antes de seu lançamento oficial.

As autoridades acreditam que pode haver outras pessoas envolvidas e está conduzindo uma investigação detalhada sobre a operação. Os suspeitos negam que tenham envolvimento com o crime.

Um dos presos é Moussa Samir, de 36 anos, cidadão estrangeiro, que dirige a Japan Deal World LLC em Kita Ward, Tóquio. A empresa também é suspeita de violar a lei de direitos de autor. Ele teria obtido a revista numa loja da cidade antes da data de lançamento.

Após a prisão dos suspeitos, a Shueisha se pronunciou sobre o caso em comunicado. "Esperamos que o esclarecimento da polícia sobre a rota da 'descoberta precoce' ajude a prevenir danos futuros. Tomaremos proativamente todas as medidas possíveis para proteger as obras e seus direitos, e para permitir que nossos leitores desfrutem do mangá de maneira apropriada."

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Omelete no Youtube

Confira os destaques desta última semana

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a nossa Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.