Mangás e Animes

Notícia

Jujutsu Kaisen: Kenjaku pode ser ajudado pela China

Objetivo final da Migração à Extinção talvez tenha sido revelado

Diego Lima
07.12.2021
14h52

O capítulo 167 do mangá de Jujutsu Kaisen trouxe mais algumas pistas sobre o futuro da Migração à Extinção. Por enquanto, não sabemos qual é o verdadeiro objetivo de Kenjaku com essa competição insana, mas um personagem parece ter descoberto os grandes planos do vilão, que talvez conte com a ajuda da China. Spoilers abaixo.

Sabemos que a Migração à Extinção fez pessoas normais despertarem Técnicas Amaldiçoadas, de forma que todos os indivíduos presentes nas barreiras das 10 colônias de Tóquio serão forçados a lutar uns contra os outros. No entanto, o que Kenjaku, grande vilão da história, ganha com isso? De fato, existe a questão de transformar todos os cidadão em inumanos, mas deve haver algum outro propósito.

Kenjaku em Jujutsu Kaisen.

Para Reggie, o verdadeiro objetivo da Migração à Extinção é fazer com que os Feiticeiros fortes sejam os únicos restantes dentro das barreiras. Assim, quando a competição acabar, Kenjaku poderá matar todos eles com uma espécie de bomba ou algo semelhante. É uma teoria válida, já que é do interesse de qualquer criatura amaldiçoada que todos os Feiticeiros desapareçam.

Ao mesmo tempo em que rolava a conversa de Megumi Fushiguro com Reggie, Kenjaku era recebido por supostas lideranças de um lugar onde se fala mandarim — a China, provavelmente, embora Taiwan, Hong Kong, Macau e Singapura sejam outras possibilidades.

Kenjaku falando mandarim.

Ninguém sabe, exatamente, que interesses Kenjaku teria na política internacional. Talvez ele queira colocar barreiras em mais regiões do mundo? Talvez alguma nação hostil queira se aproveitar do que está acontecendo no Japão? As possibilidades são infinitas.

Se você quer acompanhar mangás em tempo real sem recorrer à pirataria, confira o Manga Plus, aplicativo gratuito oficial da Shueisha. Os capítulos de Jujutsu Kaisen são todos publicados lá em português.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.