Eren Yeager do anime Attack on Titan (Mappa/Reprodução)

Créditos da imagem: NHK/Reprodução

Mangás e Animes

Artigo

Attack on Titan | Episódio 77 mostra que motivação de Eren supera a de Marley

Estrondo está cada vez mais perto de se tornar realidade

Pedro Henrique Ribeiro
18.01.2022, às 21H18

Os episódios finais de Attack on Titan (Shingeki no Kyojin, no original) retomaram do momento em que o exército marleyniano chegou às muralhas de Paradis. No capítulo que foi ao ar no último domingo (18), o anime reforçou uma ideia apresentada ao final do terceiro ano: a motivação de Eren Yeager supera a de seus adversários. Sem depender frequentemente do “poder do protagonismo”, como na maioria dos shonens, o personagem principal conquista seus objetivos através de grandes sacrifícios.

[O texto a seguir contém spoilers sobre a quarta e última temporada de Attack on Titan]

falamos aqui no Omelete sobre como os sentimentos servem de combustível nessa fase do anime. No caso de Eren, o ódio que ele sente do mundo serve como um farol que guia na direção dos seus objetivos e, para alcançá-los, o personagem está disposto a arriscar tudo. Enquanto a maioria dos adversários persegue Eren com sede de vingança, ele luta com a única opção de “continuar avançando”. Mesmo esgotado durante a batalha contra dois titãs e todo o arsenal de um exército poderoso, ele não recuou em nem um instante.

Após as reviravoltas que ocorreram durante o ataque de Marley, a facção yeagerista não teve escolha a não ser recorrer a Armin, Mikasa e os demais amigos de Eren. Com muitas dúvidas, o grupo socorreu o portador dos titãs de Ataque, Fundador e Martelo de Guerra. Além dos amigos e membros da tropa de exploração, outro elemento-chave apareceu para ajudar Eren: Zeke. Nunca os irmãos Yeager estiveram tão próximos de ativar o Estrondo — despertar todos os titãs adormecidos dentro das muralhas — e isso é resultado de muita força de vontade.

A chegada de Zeke à batalha equilibrou o jogo à favor dos yegeristas por alguns instantes, mas isso logo foi derrubado pela estratégia militar inimiga — resultando em uma resolução dramática que deve aparecer no próximo episódio, de número 78: “Dois Irmãos”. Acuado e à beira da morte, a única saída para Zeke é transformar os soldados de Paradis em titãs para lutarem ao seu lado, ecoando o fato de, nos episódios do ano passado, muitos soldados das muralhas terem bebido o fluido espinhal dele sem saber. O que não estava nos planos do Titã Bestial é o jovem Falco ser uma de suas potenciais vítimas, o que cria uma trama secundária para o próximo episódio: a despedida de Falco e seu irmão Colt. Sendo assim, o capítulo “Dois Irmãos” pode, na verdade, se tratar de duas duplas de irmãos.

A segunda parte da quarta e última temporada de Attack on Titan terá 16 episódios lançados semanalmente aos domingos na Crunchyroll e Funimation.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.