Grega Gerwig e elenco de How I Met Your Dad

Créditos da imagem: CBS/Divulgação

Séries e TV

Artigo

Antes de How I Met Your Father: conheça a história do derivado que não vingou

Série que chega ao Star+ não foi a primeira tentativa de manter viva How I Met Your Mother

Omelete
5 min de leitura
Mariana Canhisares
06.03.2022, às 10H00

Não é segredo que How I Met Your Father, série que estreia no Star+ nesta quarta (9), não foi a primeira tentativa de continuar a franquia How I Met Your Mother. Na realidade, desde 2014, quando a série original chegou ao fim, os criadores Carter Bays e Craig Thomas tentavam mantê-la viva com um derivado. Na época, porém, o plano não envolvia Hilary Duff, nem a dupla de showrunners Isaac Aptaker e Elizabeth Berger,que idealizou HIMYF. Aliás, o spin-off sequer levava esse nome. Originalmente, Bays e Thomas, ao lado da roteirista Emily Spivey, lançariam uma produção chamada How I Met Your Dad, e por pouco ela não saiu do papel.

Essa versão da sitcom seria protagonizada por Greta Gerwig — sim, a diretora e roteirista de Lady Bird e Adoráveis Mulheres, indicada a três estatuetas do Oscar — e contaria a história de Sally, uma eterna Peter Pan que decide terminar seu relacionamento menos de um ano depois do casamento e se jogar novamente à vida de solteira em Nova York. Como Ted Mosby, ela também estaria relembrando seus 20 e poucos anos em um relato para o filho, mas em vez de sentá-lo num sofá para uma longa anedota, ela escreveria uma carta — que, por alguma razão, seria datilografada. E detalhe: a voz de Sally no futuro seria da atriz Meg Ryan.

Gerwig chegou a gravar um piloto com nomes como Tiya Sircar (The Good Place), Anders Holm (The Mindy Project) e Drew Tarver (The Other Two), mas o episódio nunca foi exibido. O motivo, segundo a cineasta, foi um teste com o público. “ [Lá], eles receberam um botão giratório. Eles virariam para a direita se gostassem e para a esquerda, se não gostassem. Aparentemente, eles viraram para a esquerda toda vez que eu apareci. Então, é... Eles não gostaram. De nada", relembrou ao apresentador Stephen Colbert, em 2018.

Esta, é claro, não foi a justificativa oficial divulgada pela CBS, que exibiria How I Met Your Dad, como fez também com HIMYM. A emissora afirmou simplesmente que “elementos do piloto não funcionaram”. “Amamos essa marca e amamos essa série, mas não funcionou”, disse a presidente do canal Nina Tassler, em maio de 2014. A CBS até tentou negociar algumas mudanças com a dupla de criadores, mas eles não conseguiram entrar em acordo.

Bays e Thomas, então, tentaram vendê-lo para outros canais, entre os quais a Fox, a NBC e até a Netflix, de acordo com o Deadline. Dado o buzz ao redor do projeto, parecia possível que eles encontrariam um novo lar para a série. No entanto, em julho de 2014, Bays declarou o projeto morto, e o episódio de How I Met Your Dad nunca foi para o ar. Quer dizer, quase isso.

"Não sei porque as pessoas continuam lendo artigos sobre isso, mas já que ninguém se deu ao trabalho de perguntar para a gente: nós realmente não estamos mais trabalhando em HIMYD", escreveu.

Em 2020, o piloto foi vazado no Reddit, dando a chance para que os espectadores mais curiosos pudessem sentir um gostinho de como seria a sitcom que nunca foi. O arquivo eventualmente foi tirado do ar por infringir direitos autorais, mas um fã usou alguns desses trechos para fazer um trailer para o derivado, e esse sim segue disponível; confira abaixo:

E ENTÃO VEIO FATHER…

Entre a tentativa de How I Met Your Dad e o streaming Hulu encomendando a temporada de How I Met Your Father foram sete anos. Mas a bem da verdade é que Isaac Aptaker e Elizabeth Berger tinham a ideia deste derivado na manga desde 2016. “Começamos a trabalhar nela antes mesmo de This is Us”, contou Aptaker no TCA, evento da Associação dos Críticos de Televisão que o Omelete participou em janeiro. Tanto ele, quanto Berger foram convidados para servirem como produtores-executivos do drama familiar, ao lado do criador Dan Fogelman, e por isso tiveram que pausar seus trabalhos em HIMYF, como explicou Berger:

“A gente realmente não queria fazer essa série até poder fazê-la direito e dar o nosso máximo. Sabíamos que não poderíamos fazer isso comandando uma série gigantesca, que toma todo o nosso tempo e energia”.

Ninguém tinha lido, nem visto nada do projeto — “estava congelado”, afirmou Aptaker —, e a situação só foi mudar quando This is Us começou sua última temporada. Pensando sobre quais seriam seus próximos passos, a dupla lembrou desse roteiro engavetado. “Por acaso, Hilary estava saindo do ar com o fim de Younger, e o estúdio foi muito claro e vocal que queria a próxima série da Hilary. ‘O que quer que seja, a queremos na Disney Television’”. E tão rápido foi agendada uma reunião entre os três, Duff estava a bordo do derivado. “No dia seguinte, ela nos ligou e disse ‘gente, eu amei. Eu sou a Sophie. Quero ser essa personagem’”.

A Sophie que Duff menciona é justamente a protagonista da série, uma fotógrafa que, aos 30 e poucos anos, está tentando descobrir quem é, o que quer da vida e como se apaixonar na era dos aplicativos. Enquanto isso, no futuro, adivinha? Ela — quer dizer, a versão de Kim Cattrall da personagem — faz uma chamada de vídeo para o filho para contar a história de como conheceu seu pai.

Aos poucos, a atriz foi ganhando a companhia de nomes, como Christopher Lowell, Francia Raisa, Tom Ainsley, Tien Tran e Suraj Sharma, todos interpretando personagens inéditos dentro do universo de HIMYM. E depois de uma jornada turbulenta, enfim How I Met Your Father estreia no Brasil, no Star+.

O Omelete agora tem um canal no Telegram! Participe para receber e debater as principais notícias da cultura pop (t.me/omelete).

Acompanhe a gente também no Youtube: no Omeleteve, com os principais assuntos da cultura pop; Hyperdrive, para as notícias mais quentes do universo geek; e Bentô Omelete, nosso canal de animes, mangás e cultura otaku.

Conteúdo Patrocinado

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados e cookies para as finalidades ali constantes.