Globo de Ouro 2021 começa com protesto por falta de membros negros na HFPA

Filmes

Notícia

Globo de Ouro 2021 começa com protesto por falta de membros negros na HFPA

A Hollywood Foreign Press Association - Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood - é responsável por eleger os vencedores da noite

A cozinha
28.02.2021
22h09
Atualizada em
01.03.2021
01h39
Atualizada em 01.03.2021 às 01h39

O Globo de Ouro 2021 começou com protesto do lado de fora do Beverly Hilton, em Beverly Hills, Califórnia, onde o ator Gregg Donovan apareceu segurando um cartaz criticando a falta de integrantes negros na Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, responsável pela premiação. No início da cerimônia, as apresentadoras Tina Fey e Amy Poehler também trataram da controvérsia, descrevendo o grupo como "jornalistas não negros".

No discurso de apresentação, Fey e Poehler falaram sobre a falta de atores negros indicados e pediram: "vocês precisam mudar isso". 

Após algumas entregas de prêmios, três representantes da Associação subiram ao palco para se pronunciar sobre a polêmica. O trio disse reconhecer suas falhas e saber que há muito trabalho a se fazer. "Representação negra é vital e nós precisamos de jornalistas negros na nossa organização", disseram, antes de anunciar que reformularão suas regras para que "uma representação mais diversa seja obrigatória".

A polêmica foi trazida à tona após um movimento tomar as redes de artistas como Kerry Washington, JJ Abrams, Jurnee Smollett, Jenifer Aniston, Damon Lindelof e Shonda Rhimes, que criticaram o fato de a associação não ter nenhum membro negro entre os 87 jornalistas que a compõe. Depois das publicações, o Globo de Ouro emitiu uma declaração no Instagram, prometendo tratar do assunto durante a cerimônia, escrevendo ainda:

"Estamos comprometidos em assegurar que nossos integrantes reflitam as comunidades do mundo que amam filmes e TV e os artistas que nos inspiram e educam. Entendemos que precisamos de integrantes negros, assim como membros de outras ascendências, e vamos trabalhar para imediatamente implementar um plano de ação para atingir esses objetivos assim que possível."

A Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood não tem nenhum integrante negro há 20 anos. 

Abrindo a temporada de premiações em Hollywood, o Globo de Ouro se adaptou para entregar suas estatuetas em meio à pandemia de Covid-19. A cerimônia que costuma reunir as maiores estrelas da indústria em Los Angeles é realizada virtualmente, com a maior parte dos convidados aparecendo de suas casas e as mestras de cerimônia Amy Poehler e Tina Fey divididas respectivamente entre o Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, e o Rockefeller Center, em Nova York.

A Netflix dominou as indicações, com 22 indicações nas categorias dedicadas ao cinema e outras 20 nas de TV, com produções como Mank, Os 7 de Chicago, The Crown e Emily in Paris. Confira a lista de indicados e vencedores e acompanhe a cerimônia com os críticos do Omelete na Twitch e no YouTube.

Ao continuar navegando, declaro que estou ciente e concordo com a Política de Privacidade bem como manifesto o consentimento quanto ao fornecimento e tratamento dos dados para as finalidades ali constantes.